Recall VW! Caixas automáticas DSG de sete velocidades obrigam ao recall

Recall VW! Caixas automáticas DSG de sete velocidades obrigam ao recall

A notícia já não é recente, mas revela os problemas que os carros do grupo WV, equipados com as caixas de velocidades DSG têm tido e que a marca a muito custo tem vindo admitir.

A notícia que avançamos hoje, só foi possível porque um dos nossos leitores fez questão de nos alertar para o facto de ter comprado um Vw Golf equipado com este tipo de caixa automática em garantia, a anomalia foi corrigida duas vezes e fora da garantia a marca não quis saber do assunto, apesar de o carro só ter 57000 km. Sem solução, o leitor teve de vender o seu carro com o prejuízo associado ao facto de a caixa estar avariada. Mas, quando teve o conhecimento da notícia que vamos de seguida redigir, interpelou a SIVA e esta respondeu, ” O recall foi noutros Países!”.

No entanto, na Europa o Grupo ainda não promoveu qualquer Recall acerca desta anomalia.

O Recall promovido pela divisão australiana do Grupo VW, foi para resolver problemas relacionados com as caixas automáticas DSG de sete velocidades, juntando-se a uma lista de países que já anunciaram recolha de modelos devido aos mesmos problemas.

O problema desta caixa de velocidades automática DSG de dupla embraiagem de 7 relações, reside na necessidade de o sistema macatrónico da caixa ter de ser melhorado.

Na Austrália e na Nova Zelândia, o modelos alvo deste recall são os, Caddy, Golf, Jetta, Polo e Passat e foram produzidos entre Junho de 2008 e Setembro de 2011, a ser recolhidos para sofrerem este “upgrade” eléctrico.

Segundo um porta-voz do VW Group Austrália, “em casos isolados, uma ma função do sistema electrónico na unidade de controlo dentro da caixa, pode resultar na perca de potência e paragem do veículo.”.

Esta operação de Recall, surge no seguimento da reclamação apresentada por um grupo de 100 clientes, sobre perdas de potência. Aos países referidos, juntam-se a China, Japão, Singapura e Malásia.

Esta caixa é fabricada na mesma unidade de produção de Kassel, na Alemanha que fornece a maioria dos modelos vendidos na Europa e na Ásia e Oceânia.

A marca germânica diz que o problema não coloca em causa a segurança dos ocupantes, referindo ainda que qualquer cliente que tenha algum receio em relação ao seu veículo, contacte um concessionário VW.

Isto posto, o nosso leitor entrou em contacto não com o concessionário, mas sim, com o importador oficial e que lhe deu a resposta que assinalamos no inicio do artigo.

A equipa do Automoveis-Online entrou em contacto com a SIVA e deixou ficar contactos para sermos contactados no sentido de obtermos uma resposta acerca deste assunto.

Vamos aguardar.