WV quer mais gestoras femininas

WV quer mais gestoras femininas

O maior construtor de automóveis da Alemanha, quer ver o número de gestores de topo femininos aumentados em 30%. Valor este a ser cumprido em apenas seis anos.

Segundo a Bloomberg, a medida foi anunciada pelo responsável máximo da área de gestores de topo da Volkswagen, o senhor Andreas Haffner.

Por agora, os gestores de topo femininos representam cerca de 11% dos 16000 gestores a nível mundial.

Num entrevista ao jornal «Handelsblatt», o responsável máximo, Andreas Haffner pretende contratar os melhores em todas áreas independentemente de serem homens ou mulheres. Recentemente, a empresa expandiu os serviços de creches.

A quota de 30% de mulheres na área executiva só poderá ser alcançada em 2018, já que é necessário uma média de oito anos para atingir posições executivas.

Booking.com