Sistema ACCT pode salvar o futuro dos carros diesel

O sistema que poderá evitar o desaparecimento dos Diesel chama-se ACCT

Sistema ACCT pode salvar o futuro dos carros diesel

Sistema ACCT pode salvar o futuro dos carros diesel. O sistema que poderá evitar o desaparecimento dos carros Diesel chama-se ACCT.

Chama-se ACCT – Ammonia Creation and Conversion Technology e tem a capacidade de capturar as emissões de NOx em cerca de 98%. Esta tecnologia foi desenvolvida por uma equipa da Universidade de Loughborough, revertendo a “caça ao Diesel”.

Com a guerra aberta aos carros equipados com motorizações diesel, este sistema surge como se de um salvador se tratasse. Mas em boa verdade, o sistema ACCT resolve o pricinpal problema dos diesel e é incrível, isto porque, é acessível, simples e à prova de erros.

O que é o sistema ACCT?

Traduzido à letra, ACCT – Ammonia Creation and Conversion Technology, é tecnologia de criação e conversão de amoníaco. Esta tecnologia foi criada por uma equipa especialistas em investigação e desenvolvimento para a indústria automóvel, da universidade britânica de Loughborough.

Em termos práticos o que esta tecnologia promete fazer é reduzir, quase na sua totalidade, as emissão de gases NOx. Emissões provenientes dos veículos equipados com motor diesel. Agora, esta tecnologia com a dose certa de investimento, poderá chegar à produção no espaço de dois anos.

Como funciona?

O processo converte o AdBlue, uma solução aquosa com base em ureia e que atua sobre os gases de escape como conversor catalítico, reduzindo as emissões de NOx, em um “fluído ACCT” rico em amoníaco. Tudo isto acontece em condições controladas no interior de uma câmara que é montada no sistema de escape.

Vídeo

Depois, tal como acontece com os sistemas actuais SCR – Selective Catalytic Reduction, o amoníaco é libertado para destruir as moléculas NOx, resultando daí nitrogénio e água.

Mas, a grande diferença para os atuais sistemas é que o fluído ACCT mantém-se em atividade com alta eficiência e em temperaturas baixas do sistema de escape, desafiando, desta forma, as soluções atuais.

Resultados

Os testes foram realizados num táxi de marca Skoda e em condições de trânsito real. Os resultados mostram que o sistema ACCT conseguiu capturar cerca de 98% das emissões NOx. Face aos sistemas de filtragem EU6, este sistema conseguiu valores superiores em cerca de 60%.

Declarações de Graham Hargrave

Segundo o responsável da equipa de desenvolvimento desta tecnologia, para levar a tecnologia ACCT até às linhas de produção diz, “Precisamos de um grande fornecedor ao invés de um único fabricante”.

Para Graham, as emissões de CO2 são, no entanto, o problema maior. O NOx é perigoso, mas é um problema localizando, diz o responsável. Já o CO2 é à escala planetária. Resolver é a questão das emissões de NOx é uma batalha, mas a guerra é o CO2, que é uma questão importante “em todo o lado”, aponta Graham Hargrave.