Pena de prisão para quem enviar SMS enquanto conduz

Pena de prisão para quem enviar SMS enquanto conduz

Pena de prisão para quem enviar SMS enquanto conduz, foi a medida que a Irlanda encontrou para resolver o problema, mas, a medida deveria de ser aplicada cá em Portugal também. Tendo em conta os inúmeros casos de sinistralidade em Portugal que têm como principal causa, a distracção do acto de condução pelo envio de SMS ao volante. E, seguramente que os SMS enviados não são para pagar portagens.

No entanto, a medida foi aplicada na Irlanda a partir de 1 de Maio deste ano. Mas, como Portugal tem o hábito de copiar o que os outros fazem, pode ser que venhamos a ver esta Lei aplicada por cá.

A Lei começou a ser aplicada a 1 de Maio, isto porque, penas duras para este tipo de situação que não estavam previstas na Lei Irlandesa e enviar SMS no telemóvel enquanto se conduz passa a ser punida com pena de prisão.

De acordo com o código de estrada Irlandês, a multa mais baixa, para a primeira infracção, é de mil euros e que duplica na segunda infracção. À terceira é atribuída uma pena de prisão de prisão até três meses.

Esta foi a forma que a Irlanda encontrou para corrigir um buraco na lei, visto que o envio de SMS enquanto se conduz não era proibido.

Booking.com
  • rui teixeira

    Ontem era tarde

  • Nuno Figueiras

    Efectivamente as penas cá em Portugal deveriam ser bem mais pesadas para quem conduz com o telemóvel na mão, já nem falo do caso de enviar msgs… isso então nem comento. Mas o Português gosta de desafiar as autoridades. E as nossas autoridades gostam é de ir multar em zonas especificas em que sabem que o condutor normal passa por norma a mais 20/30km/h do que o que está permitido para o local, ainda que muitas das vezes esse limite esteja desadequado, isto obviamente em prol da prevenção rodoviária e não caça à multa. No entanto deitar beatas ou outros objectos pela janela fora, não dão direito a multa, ainda que estas situações estejam contempladas na lei…

    • Armando Almeida

      Apoiado NUno Figueiras!! É isso mesmo!! Oxalá esta lei chegue depressa a Portugal!!