O combustível que usa avariou o seu carro? Como vencer a gasolineira?

Como obrigar uma gasolineira a pagar os estragos causados no motor do seu carro.

O combustível que usa avariou o motor do seu carro? Sabe como vencer a gasolineira?

O combustível que usa avariou o seu carro? Como vencer a gasolineira? Este é o assunto que muitos consumidores gostariam de ver esclarecido, pois ao preço que os combustíveis se encontram nos dias de hoje é bom que tenham qualidade.

Este é um tema que muitos consumidores se questionam, principalmente quando acontece o dano. Alguma perguntas se colocam em torno deste tem, por exemplo:

“Abastecia o meu carro sempre no mesmo posto de abastecimento e tive um problema no sistema de injecção que a oficina atribui a responsabilidade pelo dano ao combustível de má qualidade. A reparação custou-me 2300€. Descobri que outro cliente do mesmo posto também teve problemas. Falei com o proprietário do posto de abastecimento e ele não assumiu a responsabilidade. Estou a pensar avançar para o Tribunal. Será que terei hipóteses de vencer de vencer esta causa?”

Pelo conhecimento que a equipa do Automoveis-Online conhece, esta questão está relacionada com a responsabilidade civil.

Como sabemos para existir responsabilidade é necessário a verificação de vários pressupostos, isto é, a violação de um direito ou interesse alheio, ilicitude, veículo de imputação do facto ao agente, dano e nexo de casualidade entre o facto e o dano. Tais pressupostos podem parecer simples de provar, mas não o são.

Em primeiro lugar o leitor uma vez que alega prejuízos teria de fazer prova dos mesmos, bem como de facto que os causou, e ainda que existia nexo de casualidade entre facto e o dano. Assim sendo teria de provar que foi a má qualidade do combustível adquirido nessa bomba onde efectuou o enchimento do depósito, que causou danos no sistema de “common-rail” e de injecção.

Para o efeito teria de possuir um relatório da oficina que efectuo a reparação do sistema relatando que os problemas tinham sido causados por combustível de má qualidade. Teria ainda de fazer prova que foi o combustível adquirido naquela bomba e não de outra, que lhe causaram os danos no sistema de injecção.

No nosso entender era necessário efectuar testes ao combustível para verificar a boa ou má qualidade do combustível. Posteriormente se o combustível fosse de má qualidade, por exemplo se tivesse excesso de água, que tinha sido quede e não outro o causador da avaria.

O facto de existirem outro ou outros clientes que abasteçam no mesmo posto e tenham tido semelhantes problemas, ajuda a fazer prova.

Ou seja, para terminar, o leitor teria de provar que o combustível era de má qualidade e que os prejuízos sofridos eram resultantes do efeito do mesmo no sistema de injecção. Pode parecer simples  mas não é, convém não esquecer que de outro lado existe alguém a tentar provar precisamente o contrário, ou a fazer com que os factos por si alegados não sejam provados, uma vez que o ónus da prova é do leitor.

Booking.com