KoMoD. Ford ajuda-o a encontrar estacionamento com lugares disponíveis

Tecnologia para Carros Conectados ajudará os Condutores a encontrar Parques de Estacionamento com Lugares Disponíveis

KoMoD. Ford ajuda-o a encontrar estacionamento com lugares disponíveis

KoMoD. Ford ajuda-o a encontrar estacionamento com lugares disponíveis. Tecnologia para Carros Conectados ajudará os Condutores a encontrar Parques de Estacionamento com Lugares Disponíveis.

Nos dias de hoje, encontrar estacionamento para o nosso automóvel é uma tarefa difícil. Mas, encontrar um estacionamento com lugares disponíveis é uma tarefa ainda mais difícil. A Ford, com ajuda da Vodafone, estão a desenvolver um inovador sistema de Orientação de Lugares de Estacionamento, KoMoD. A tecnologia só funcionará em veículos conectados e informará os condutores sobre o número de lugares disponíveis. Assim, é mais fácil encontrar um parque de estacionamento com lugares disponíveis.

Em cidades como Londres (Reino Unido), ou Frankfurt (Alemanha) calcula-se que o condutor médio gaste, anualmente, qualquer coisa como 67 horas à procura de lugares de estacionamento, num custo superior a 1.250 euros. Calcula-se que o chamado cruising seja responsável por cerca de 30 por cento do trânsito urbano.

Porém, o problema poderá não estar circunscrito à falta de lugares de estacionamento. Os dados disponíveis demonstram que, no Reino Unido, as taxas de ocupação em alguns parques de estacionamento geridos por autoridades locais não chegam, sequer, aos 50 por cento.

A Ford e a Vodafone estão presentemente a testar novas tecnologias para veículos conectados. Esta tecnologia vai facilitar a busca por lugares estacionamento no centro das cidades. A tecnologia de Orientação de Lugares de Estacionamento mostra aos condutores o número de lugares disponíveis nos parques mais próximos e o melhor modo de lá chegar.

Declarações de Tobias Wallerius

Segundo Tobias Wallerius, engenheiro de Desenvolvimento de Produto da Ford Europa, “Os sistemas de navegação são ótimos para nos ajudar a chegar ao nosso destino, mas não são tão eficazes quando se trata de nos ajudar a estacionar exactamente onde queremos, especialmente em centros urbanos. A Orientação de Lugares de Estacionamento é uma tecnologia para veículos conectados que poderá ajudar os condutores a completar mais rapidamente as suas deslocações, poupando dinheiro e tempo, em benefício da qualidade do ar em geral.”

Declarações de Michael Reinartz

Por sua vez, Michael Reinartz, Director de Inovação da Vodafone, refere: “Quando os veículos puderem trocar dados em tempo real com as infra-estruturas, o tráfego tornar-se-á mais inteligente, a busca por um lugar de estacionamento será menos enervante e as pessoas irão chegar mais rapidamente ao seu destino.

Actualizado em tempo real, com base nos dados dos parques de estacionamento, a Orientação de Lugar de Estacionamento, está a ser testada pela Ford e pela Vodafone na Alemanha, no âmbito do programa KoMoD (im Kooperative Mobilität digitalen Testfeld Düsseldorf), um projecto intersectorial no valor de 15 milhões de euros, destinado a ensaiar novas tecnologias para veículos conectados e de condução automatizada.

Circulando pela cidade, os veículos de teste recebem informações sobre situações que ocorram na estrada e sobre lugares de estacionamento. Essas informações são enviadas a partir de um computador central, com base na sua localização geográfica, juntamente com informações obtidas junto de sinais de trânsito dinâmicos, existentes nas proximidades.

Outras funcionalidades demonstradas pela Ford e Vodafone, no âmbito do KoMoD

Sistema de Assistência de Semáforos:

Apresenta, no painel de instrumentos, o tempo que resta para que os semáforos passem a vermelho ou verde. O aviso antecipado de um semáforo vermelho pode reduzir as travagens fortes (maior segurança) e os consumos. Ao mesmo tempo que incrementa a fluidez do trânsito, pois os condutores ajustam a sua velocidade em função dessa informação.

Sistema de Informação em Túneis:

Fornece informações antecipadas acerca do encerramento de faixas, limites de velocidade e veículos lentos nos túneis.

Avisos Vários:

Os avisos são feitos para os écrans dos sistemas de infotainment dos veículos. A informação recebida reflete os principais eventos e ocorrências. Situações que podem vir a condicionar o trânsito local. Tais como exposições, concertos ou jogos de futebol.

Sistemas de Controlo de Tráfego:

Nas auto-estradas, podem ajudar a melhorar a fluidez do trânsito em geral, adaptando os limites de velocidade.

Transmissão inteligente de Sinais de Trânsito:

O envio de informações sobre os sinais de limite de velocidade ou de perigo. Esta informação é descarregada para os écrans dos sistemas de infotainment dos veículos. O sistema de leitura de sinais de trânsito de velocidade e perigo já se encontra presente em muitos veículos. Porém, o sistema de leitura de sinais é feito através de câmaras. Tecnologia esta que pode ter dificuldades devido ao mau tempo ou à passagem próxima de veículos a alta velocidade. A transmissão da informação dos sinais ao veículo, através de uma ligação celular feita directamente pelo sinal ou por uma unidade de assistência na berma da estrada, garante que os condutores vêem as mais importantes informações de segurança.

Aviso de Mau Tempo:

Comunica automaticamente as condições meteorológicas de um veículo para outros que estejam próximos. Por exemplo, se os limpa-vidros automáticos de um veículo detectarem chuva, essa informação é emitida para avisar outros condutores mais próximos. Essa informação é descarregada para os écrans dos sistemas de infotainment dos veículos. Permitindo assim, caso queiram, ajustar a sua velocidade ou o seu trajecto.

Anteriormente, os testes demonstraram como a tecnologia consegue avisar automaticamente outros condutores de acidentes na estrada à sua frente, bem como mostrar-lhes a localização exacta de veículos de emergência nas proximidades e qual a melhor forma de lhes ceder a passagem.

Por enquanto, a transmissão de informação entre veículos destina-se a permitir aos condutores tomar decisões informadas acerca das suas deslocações. No entanto, as comunicações de veículo para veículo e do veículo para as infra-estruturas – tais como as efectuadas nos testes KoMoD – podem desempenhar um papel importante num futuro em que veículos autónomos puderem responder automaticamente às mesmas.

Siga-nos no Facebook e fique a par de todas as novidades. Faça gosto e partilhe os nossos artigos. Obrigado!!!