Tecnologia nos Automóveis, quais são e para que servem?

Detector de Saída de Faixa de Rodagem. São já muitos os modelos que usam esta tecnologia

Tenologia nos Automóveis, quais são e para que servem

Tecnologia nos Automóveis, quais são e para que servem? Detector de Saída de Faixa de Rodagem. São já muitos os modelos que usam estes sistemas.

Com o objectivo claro de conquistar mais clientes os construtores têm apostado muito na tecnologia, conforto e dispositivos de segurança. A cada Salão Automóvel aparecem centenas de novas soluções que visam tornar a tarefa de quem conduz muito mais facilitada.

Vamos então passar a explicar uma a uma cada tecnologia, para que é que ela serve? Como funciona? E, quais são os modelos que a utiliza?

Como são muitas as tecnologias vamos escrever vários artigos, mas a fazer referência à tecnologia que vamos falar.

Hoje vamos falar sobre o “Detector de Saída de Faixa de Rodagem”

Para que é que serve esta tecnologia?

Tal como o nome indica, serve para avisar o condutor que a viatura se encontra a pisar a linha contínua ou descontínua da faixa de rodagem, através da emissão de um sinal sonoro ao mesmo tempo que faz vibrar o volante e o banco do condutor.

Este sistema para funcionar, recorre ao uso de umas pequenas câmaras colocadas junto ao espelho retrovisor interior e mo pára-choques que fazem a leitura da faixa de rodagem em parceria com a centralina.

Os modelos que utilizam esta tecnologia são, o Audi A4, A5, A6, A7, A8, Q5 e Q7, BMW Séries 5, 7, X3, X5 e X6, Citroen C4 Picasso e C5, Ford Focus e C-Max, Mercedes-Benz Classe E, CLS e S, Volkswagen Passat, CC e Phaeton.

Esta tecnologia é muito útil principalmente para os condutores têm a tendência de adormecer ao volante e o seu preço anda entre os 400 e os 2900 euros.

Booking.com
  • José Martins

    Pois, é tudo muito bonito, quando há linhas para as câmaras “verem”!… Cá em Portugal em muitas estradas não as há ou não contêm o índice de reflectividade adequado, e quando chove então, é para esquecer.