Seguro obrigatório para ciclistas!

Seguro obrigatório para ciclistas!

Seguro obrigatório para ciclistas! . É mais que um facto, é uma realidade que o novo Código de Estrada passou a equiparar as bicicletas aos automóveis.
Mas, na opinião da ANSR, as alterações introduzidas no novo Código de Estrada foram efectuadas de forma cega, ou seja, não foram considerados determinados aspectos. E, por esse motivo a ANSR – Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária está a considerar a possibilidade de tornar obrigatório que os ciclistas façam um seguro de responsabilidade civil contra terceiros, tal como são obrigados o automobilistas. Mas, o Automoveis-Online entende que se se essa situação avançar, então vai ter que se pensar em questões como, o uso dos auriculares, que actualmente  os ciclistas usam nos dois ouvidos, o imposto de circulação e a chapa de matricula. Essas, serão algumas das questões que a ANSR terá de ter em conta quando pensar em regulamentar a circulação dos ciclistas nas vias públicas.

Colabore e deixe ficar a sua opinião acerca deste tema.

Booking.com
  • Manuel Menezes

    As alterações ao código foram uma imbecilidade fundamentalista, concebida por miúdos ou por revoltados anti-automóvel, que desprotege de facto os ciclistas, quando os equipara a automóveis com carroçaria, airbags e ABS. Refira-se que eu sou ciclista e sei, por décadas de experiência que de nada vale eu ter razão e estar morto. Não sei quantos atropelamentos e mortes vão ser necessárias para darem o braço a torcer e voltarem atrás. Criar seguros e outros expedientes legais é a “vendetta” do ramo automóvel, não porque considerem realmente ser necessário, mas por pura represália contra o fundamentalismo que levou à criação desta barbaridade que passou a lei.

  • Cirrst

    Seria engraçado ver as nossas autoridades a pedir os documentos a crianças de 5 anos… enfim… é apenas mais uma forma de prejudicar o cidadão comum para dar mais uns “tostões” às seguradoras…. e estado.

  • andavam todos contentes com os direitos,e as obrigaçóes ? como era,se ferisem alguem ? como era se fossem culpados de algum acidente,era o instituto de seguros de portugal que pagava ?que todos os condutores pagam ?
    vamos ver se andam tantos na rua ,a fazer a valer os seus direitos. é assim mesmo.

  • pedro

    nao sei qual é a novidade, ja ha 40 anos era obrigatorio seguro e chapa de matricula nas bicicletas, acho muito bem mas acho melhor que quem fez a lei de equiparar as bykes aos carros, que multe e bem os cliclistas que andam na estrada quabdo à pista pópria para ciclistas e que estes não queiram andar a 60 ou + kms nessas ciclovias e que ponham stop nas travessias de ciclistas pois eles é que devem param e nao os carros. bolas que faz esta porcaria de leis deviam andar no dia adia na estrada ……

  • João Lopes

    Nunca compreendi porque motivo não é obrigatório o seguro para as bicicletas, uma vez que circulam na via publica devem ter seguro. já vi alguns peões a serem atropelados por bicicletas, e alguns acidentes entre bicicletas e automóveis. Eu por exemplo tive uma situação dessas, circulava normalmente e parei numa passadeira, mas o cavalheiro que vinha atrás de mim numa bicicleta não parou, ou seja, um farolim partido e uma mossa na bagageira, claro está que, como não há seguro teve o ciclista que se chegar à frente o que diga-se de passagem foi muito complicado e negociado, ou seja fiquei com um farolim novo e uma mossa nova porque o dito cavalheiro não tinha dinheiro para mais, se houvesse obrigatoriedade de seguro era diferente.
    Quanto aos auriculares só um louco anda com os dois nos ouvidos quando está a pedalar, mas infelizmente há muitos loucos por ai, e o mesmo serve para os peões que fazem o mesmo, depois dizem que não ouviram a buzina o carro, etc.
    Em relação à matricula acho muito bem, no meu tempo eram as chapas e as licenças camarárias, e porque motivo um meio de transporte que anda na via publica, agora com algumas regras equiparadas ao automóvel não precisa de licença, registo e seguro?
    Existe muita gente na estrada montados em bicicletas e de regras do transito nadinha, não sabem nada, isto vai dar muita confusão e chatice.
    Querem equiparar, façam-no nos direitos e nos deverem também.
    João Lopes

  • Filino Rupro

    Com um governo de extorsores ao serviço das grandes empresas, estou mesmo a ver que o caminho será esse. Até consigo ver as companhias de seguros a terem um orgasmo na antevisão dessa situação!

  • Esta medida a ser aplicada faz-me lembrar os tempos antigos em que ,pelo menos a chapa de matricula era obrigatória bem como os restantes documentos identificativos do veiculo.
    Tinha-se abulido tudo isso porque estes veiculos passaram a circular livremente e sem documentos e isso sendo alterado será que tudo mudará em termos da circulação das duas rodas?
    Esta pergunta impoe-se porque se terão um seguro obrigatório o que ele abrangerá?Apenas nas vias se tiver algum acidente ou em passeios também?
    E como irão reagir as seguradores quanto a isto tudo?
    Será que irá diminuir o uso dos velocipedes porque causa do imposto de circulação e porque não poderão usar os auriculares bem como não poderem
    circular nos passeios e ruas sem transito a velocidades malucas não respeitando os peões?
    Para muitos isto provavelmente será bastante penoso ao ponto de arrumarem a bike na garagem…
    Ah…,e com que idade então se poderá circular com a duas rodas implementando estas medidas?

  • A. Silva

    Por ler aqui alguns direitos para os ciclistas, – pergunto : Poderá de noite 2 ciclistas andarem a par na via publica com luzes vermelhas intermitentes ? E um com intermitente, e outro com constante? E se acontecer fora das localidades, sem iluminação publica? — que grandes confusões, se aproximam!…

  • candida

    Deviam era proibir os ciclistas na via publica.
    Quando andam na estrada têm a mania que são veículos motorizados, mas depois não respeitam os sinais de transito, as passadeiras, as rotundas……é tudo deles!!!!!!! Quando circulam nos passeios e têm a mania que são peões, não respeitam os restantes peões que aí circulam!!!! Quantos eu já vi a passarem da estrada para o passeio e vice-versa sem o mínimo de cuidado e quem quiser que páre!!!!!!
    Resumindo só deviam ser permitidas as bicicletas nos sítios para isso preparados. Ciclovias, parques recreativos, paredões, etc….
    Já vi pessoas de bicicleta no eixo norte-sul….ridículo ….. são um perigo para os outros e para eles!!!! Uma pessoa vai descansada com um carrinho de bebé e leva com um ciclista que anda numa de contornar obstáculos que por acaso são pessoas num passeio…..já me aconteceu!!!!!
    Cada macaco no seu galha sff!!!!

    Ainda falam mal das motas e dos motociclistas!!!!!!!!!! Pelo menos esses não têm só direitos, também têm deveres!!!!!