SEAT teve um Boom de vendas em 2017

O construtor espanhol não podia estar mais satisfeito. Entre 2012 e 2017 viu as vendas crescerem 45,9%

SEAT teve um Boom de vendas em 2017

SEAT teve um Boom de vendas em 2017. O construtor espanhol não podia estar mais satisfeito. Entre 2012 e 2017 viu as vendas crescerem 45,9%.

A SEAT entregou 468.400 veículos, mais 14,6% face a 2016. Com estes números consegue alcançar o melhor resultado desde 2001. No entanto, se analisarmos as vendas da Seat desde 2012 até 2017, verificamos que o crescimento das vendas foram de 45,9%.

O construtor espanhol, SEAT, é uma das marcas que mais cresceu na Europa em 2017. Os modelos Leon e Alhambra alcançam o melhor resultado de vendas da história. O Ateca afirma–se como o terceiro pilar da SEAT e o Ibiza estabiliza resultados.

A marca espanhola bate recorde histórico de vendas na Alemanha, Reino Unido, Áustria, Suíça, Israel, República Checa e Marrocos.

As vendas da SEAT dispararam em 2017. O construtor automóvel entregou um total de 468.400 veículos, mais 14,6% do que em 2016. Este aumento representa quase mais 60.000 unidades face ao ano anterior, quando foram comercializados 408.700 veículos. É o melhor resultado de vendas desde 2001 e um dos mais marcantes na história da marca. Além disto, a SEAT soma o quinto exercício consecutivo de crescimento e, entre 2012 e 2017, as vendas subiram 45,9%. Em dezembro, a SEAT entregou 32.900 automóveis, o que representa um crescimento de 12,9% em comparação com igual período do ano passado (29.200).

Ateca

O Ateca impulsionou as vendas da SEAT ao longo de 2017. No seu primeiro ano completo de comercialização, venderam-se 78.700 unidades do novo SUV compacto. A este modelo somou-se mais um ano de crescimento do Leon e do Alhambra. Ambos os modelos alcançaram em 2017 os valores de vendas mais elevados da sua história. O Leon, o modelo mais vendido da SEAT, cresceu 2,9%, chegando às 170.000 unidades. E o monovolume do construtor espanhol aumentou as vendas em 1,7%, alcançando as 31.200 unidades. No ano da sua renovação, o Ibiza concluiu o exercício com 152.300 veículos vendidos, mais 0,6% do que em 2016.

Comentários do Vice-presidente comercial Wayne Griffiths

O Vice-presidente Comercial da SEAT, Wayne Griffiths, avaliou estes resultados de forma muito positiva. “A ofensiva de produto que iniciámos em 2016 com o Ateca e mantivemos em 2017 com a renovação do Leon, com a quinta geração do Ibiza e o novo Arona, traduziu-se neste sucesso de vendas. Não só ultrapassámos o melhor resultado desde 2001, como nos convertemos numa das marcas com maior crescimento na Europa em 2017 e estamos preparados para continuarmos a aumentar o volume de vendas. Contamos com uma gama de produto renovada e em 2018 veremos o impacto completo do Arona nas vendas, o que nos permite ser otimistas com os resultados do corrente ano”.

Recordes históricos em mercados-chave

O sucesso das vendas SEAT baseia-se num crescimento sólido nos principais mercados da marca. A Alemanha lidera as vendas da SEAT, superando as 100.000 unidades pela primeira vez desde 1991; e com 102.100 veículos vendidos (+13,4%) obtém o melhor resultado da história. Em segundo lugar, Espanha segue em passo firme e com um aumento nas vendas de 23,1% para 95.100 unidades. A marca espanhola também conseguiu o seu melhor resultado histórico no Reino Unido, país com o terceiro maior volume de vendas da marca, tendo subido 18,3% (56.200 automóveis vendidos). A seguir ao mercado britânico posiciona-se o México (24.700; +0,7%), onde a SEAT continua a crescer apesar da situação difícil do setor automóvel nesse país, e depois a França (24.200; +15,6%).

Mercados onde as vendas estão em alta

Além da Alemanha e do Reino Unido, a SEAT também alcançou os melhores resultados históricos noutros países como a Áustria, onde as vendas cresceram 19,2% até às 17.500 unidades, e a Suíça, que fecha o top ten com um aumento de 29,0%, chegando aos 10.300 veículos. A marca espanhola também obteve os melhores resultados da história em Israel (8.800 unidades; +10,1%), República Checa (8.300; +1,4%) e Marrocos (1.900; +7,0%).

Itália (18.100; +9,5%) e Polónia (11.100; +24,8%), dois mercados que integram o top ten de mercados da SEAT, também cresceram de forma consistente.

2018, o ano do Arona e do novo SUV de 7 lugares

O construtor espanhol continuará a sua ofensiva de produto em 2018 com o lançamento do novo SUV de até 7 lugares que se juntará ao Ateca e ao novo crossover Arona, que terá o seu primeiro ano comercial completo depois do lançamento nas últimas semanas de 2017. Além disto, a SEAT também estreará a versão a gás natural comprimido do Arona, que se juntará à gama GNC da SEAT que inclui o Mii, o Ibiza e o Leon.

O êxito comercial da SEAT está a ter uma repercussão positiva nos resultados financeiros da empresa. Nos nove primeiros meses de 2017, a SEAT obteve um lucro operacional de 154 milhões de euros, mais 12,3% comparativamente ao período homólogo do ano anterior.