Polícia tenta multar carro que circulava sem condutor

Polícia tenta multar carro que circulava sem condutor. Sim, está a ler bem, o carro circulava sem condutor. Sabemos que o leitor já deve estar a pensar, como é que é possível o veículo estar a circular sem condutor. Mas, hoje em dia, já não é novidade ver-se carros a circularem sem condutor. Isto porque, como é do conhecimento de muitos dos nossos leitores, existem muitos construtores que estão a investir e muito nesta nova tecnologia, a de veículos de condução autónoma. Mas, a marca pioneira nesta área não foi um construtor de automóveis, mas sim, um gigante das tecnologias de informação, a Google.

E, foi precisamente um carro autónomo do Google que um polícia americano tentou multar.

O polícia seguia o carro do Google sem perceber que era um veículo autónomo, ou seja, que não tinha condutor. E, como o veículo circulava muito devagar, o polícia ficou surpreendido por este não ter condutor para receber o recibo da multa.

Este insólito aconteceu em Mountain View, na Califórnia, e deixa antever o que poderá ser o nosso futuro próximo.

O carro em questão era um Autonomous Vehicle do Google. Este veículo não precisa de condutor e está equipado com software que lhe permite tomar decisões de estrada sozinho. Na altura em que o polícia o abordou, seguia a uns incríveis 38 km/h numa via em que a velocidade mínima permitida é de 56 km/h. Ao constatar que o veículo não estava a cumprir o estabelecido por Lei, o polícia tentou autuar, mas, não havia condutor para receber o recibo da respectiva multa e o momento foi captado por uma fotografia que rapidamente se difundiu na Internet.

No entanto a Google, já respondeu através do projecto responsável pelos carros que conduzem sozinhos. Segundo o comunicado da empresa, explica que o Google colocou os protótipos a circular àquela velocidade “por razões de segurança”. Acrescentou,” Queremos que os carros pareçam amigáveis e abordáveis, pelo que não os queremos a correr de forma assustadora pelas ruas que nos ladeiam”.

Booking.com