Os 10 piores carros alguma vez construídos

Renault Dauphine 1960

A pior aceleração: Renault Dauphine de 1956

Demorava mais de 32 segundos para atingir os 100Km/h.

Renault Dauphine 1960

O maior charuto: Chevrolet Corvair de 1961

A colocação do motor pesado atrás do eixo traseiro fazia o carro desviar-se. Além disto, o Corvair estava constantemente a largar óleo, o sistema de aquecimento de vez em quando enchia o habitáculo de fumo de escape e a coluna de direcção era feita de uma peça só que tendia a empalar os condutores durante os acidentes.

Chevrolet corvair 1961

O menos durável: Trabant de 1975

Este carro alemão foi feito de Duraplast, uma resina reforçada com fibras de algodão.

Trabant 1975

O mais lento: Zunndapp Janus de 1958

Conhecidos pelas capacidades de eficiência automóvel, os alemães conseguiram fazer um carro cuja velocidade máxima era 80Km/h.

Zunndapp Janus 1958

O maior falhanço: Ford Edsel de 1958

Apesar de ser um carro relativamente decente, falhou porque a Ford comercializou-o como um super-poderoso carro do futuro, coisa que ele não era. Além disso, especulou-se que este modelo “feio como tudo” afectou negativamente o mercado.

Edsel Hardtop and Convertible

O mais explosivo: Ford Pinto de 1971

Este tinha a pior mala desde o Janus, mas tirando isso era um carro jeitoso… se se conseguisse ignorar o facto que às vezes entrava em chamas após uma colisão traseira.

Ford pinto 1971

O mais “enferrujável”: Fiat Strada de 1978

Tudo neste carro enferrujava: o chão, a suspensão, os arcos das rodas, parafusos e provavelmente o macaco, no caso se se tentar usá-lo à chuva.

Fiat Strada1978

O pior motor: Crosley Hotshot de 1949

Este tinha um motor que em vez de ser feito de ferro era feito de estanho. O pior foi quando a solda começou a dar de si, o que aconteceu muito. Aliás, a foto abaixo é de um Crosley de 1951. Se tiver uma foto de um de 1949, por favor envie-a para o nosso email ( [email protected]).

Crosley HotShot 1949

O mais facil de capotar: Ford Bronco II de 1983

Aparentemente ninguém se lembrou de verificar o centro de gravidade deste veículo, o que fazia com que fosse inadequado para subir uma montanha… ou fazer curvas numa estrada comum.

Ford Bronco II 1983

A pior marcha-atrás: Pontiac Fiero de 1984

Quando se tentava fazer a marcha-atrás, esta engatava de repente, muito devagar, ou não engatava de todo.

1984 Pontiac Fiero

Booking.com