Novo Opel Corsa GSi com 150 cv de potência

Novo Opel Corsa GSi chega ao mercado português depois do Insignia

Novo Opel Corsa GSi com 150 cv de potência

Novo Opel Corsa GSi com 150 cv de potência. Novo Opel Corsa GSi chega ao mercado português depois do Insignia.

O novo Opel Corsa GSi chegou a Portugal, O novo desportivo da marca alemã para além de um visual desportivo, vem equipado com um motor 1.4 Turbo com 150 cv de potência, Chassis OPC e sistema de travagem que foram afinados em Nürburgring e um preço recomendado de Venda ao Público de 22.610 euros.

O Opel Corsa GSi é, depois do Insignia, o segundo modelo GSi na oferta da marca de Rüsselsheim. Desta-se pelo seu chassis OPC que é extremamente preciso e garante dinâmica referencial em estrada e distâncias de travagem curtas.

O Corsa GSi está equipado com um bloco 1.4 Turbo da Opel que debita 150 cv de potência e 220 Nm de binário máximo constante entre as 3000 e as 4500 rpm (consumos[1]: urbano 8,0-7,7 l/100 km, extra-urbano 5,5-5,1 l/100 km, misto 6,4-6,0 l/100 km, emissões CO2 147-138 g/km).

Novas afinações

Para esta versão GSi, os engenheiros da Opel criaram novas afinações que garantem melhor capacidade de resposta. Com caixa manual de seis velocidades de relações curtas, este motor tem resposta notável, especialmente em segunda e terceira velocidades, tornando o Corsa GSi muito eficaz e divertido de conduzir em estradas sinuosas.

O ‘hot hatch’ da Opel é rápido em aceleração – zero a 100 km/h em apenas 8,9 segundos – e em recuperação de velocidade – 80 a 120 km/h, em quinta velocidade, em apenas 9,9 segundos. A velocidade máxima é de 207 km/h. O desportivo da gama Corsa já está disponível em Portugal e é proposto ao preço de 22.610 euros.

O chassis com assinatura OPC (Opel Performance Center) e o sistema de travagem passaram por um processo de afinação no emblemático circuito de Nürburgring “Nordschleife”, a cargo do experiente Diretor de Performance Cars e Motorsport da Opel, Volker Strycek.

Visual desportivo

A dinâmica de precisão do novo Corsa GSi é acompanhada de elementos de carroçaria específicos, nomeadamente o para-choques com grande entradas de ar, o capô do motor exclusivo, um ‘spoiler’ traseiro e saias laterais. À frente, a grande grelha adota textura de ninho de abelha, com o logótipo da Opel em destaque. As capas dos espelhos retrovisores exteriores imitam carbono e destacam-se no conjunto. Na secção traseira assumem protagonismo o generoso ‘spoiler’ traseiro colocado no topo da tampa da bagageira. A saída de escape é cromada. No habitáculo, o ambiente desportivo é realçado pelo volante e punho da alavanca da caixa. Ambos específicos desta versão, bem como pelos pedais com capas de alumínio.

Foto Galeria

A longa tradição GSi

Os desportivos GSi têm uma longa tradição na Opel. Os primeiros a aumentar o nível de adrenalina foram o Manta GSi e o Kadett GSi (motor 1.8 de 115 cv), em 1984. Apenas quatro anos mais tarde surgia o emblemático motor 2.0 16V, com 150 cv, para equipar o Kadett GSi 16V. E o primeiro Astra também viria a ter uma versão GSi 16V, com o mesmo propulsor.

A linhagem Corsa GSi foi iniciada em 1988 pelo Corsa A de 100 cv. Hoje em dia o Corsa A é um clássico com muita procura. Seguiu-se-lhe o Corsa B GSi 16V, com 109 cv de potência. Depois, o Corsa C GSi com 125 cv e uma velocidade máxima de 202 km/h. A geração Corsa D teve igualmente uma versão GSi, destacando-se pelo facto de ter, pela primeira vez, um motor sobrealimentado: 1.6 Turbo de 150 cv. Em agosto de 2012 a Opel decidiu interromper a série GSi, até que em setembro de 2017, no Salão de Frankfurt, a marca revela o Insignia GSi. E um ano volvido regressa a sigla GSi ao popular Corsa.

[1] Valores WLTP convertidos para NEDC para efeitos de comparação.