Gasolineiras continuam a roubar

Gasolineiras continuam a roubar

Se o seu carro precisa de abastecer, o melhor é ir à bomba até este domingo porque na segunda-feira temos mais do mesmo, isto é, os preços dos combustíveis voltam a subir. Segundo os valores avançados, na próxima segunda-feira vamos passar a pagar por um litro de gasóleo 1,54€ e 1,73€ para a gasolina.

As desculpas são sempre as mesmas, ou seja, as variações do preço do crude nos mercados internacionais e a desvalorização do euro.

Não se percebe por que razão é que Portugal continua a figurar entre os países onde os combustíveis pagam mais impostos e temos uma gasolineira nacional, a Galp, que só pratica os preços mais elevados do mercado.

Há uns anos atrás a desculpa de impostos elevados, tinha por base o factor ambiental, mas agora que Portugal ocupa o segundo lugar do rank dos países menos poluentes da Europa, não se percebe porque é que não se baixam os impostos sobre combustíveis.

Booking.com
  • José Martins

    Não percebo muito de impostos, finanças e essas outras coisas, mas o Governo ganha com os impostos sobre os combustíveis, certo? Podiam seguir o exemplo do Governo francês e chegar a um acordo com as gasolineiras de forma a baixar os preços, mas numa altura destas, em que o que interessa é cumprir o défice custe o que custar, não me parece que os “nossos” administrativos abdiquem de uma tão grande fonte de rendimento.

  • Nunes

    Ainda ninguém entendeu que é nossa obrigação contribuir para as mordomias dos nossos políticos e deputados? Já viram algum deputado insurgir-se em relação às despesas geradas pelos políticos e pela Assembleia da República? Para eles, baixar nas despesas é despedir pessoas, reduzir os direitos anteriormente consignados nas áreas da educação e da saúde, e não restringir despesas supérfluas ou desproporcionadas. A crise é só para alguns.

  • elpontinho

    O problema do preço dos combustíveis vai ser resolvido quando ultrapassar os 2€ por litro, por isso não tenham pressa lá para o fim do ano principio do próximo, que por acaso até coincide com a abertura da caça às bruxas, o assunto vai ser resolvido por homens e não por esta cambada de garotos que nos governam.