Dupla Daniel Nunes e Rui Raimundo correm pela Inside Motor no Rali Serras de Fafe

No Rali Serras de Fafe a contar para o Campeonato Nacional de Ralis, Daniel Nunes corre pela equipa campeã.

Dupla Daniel Nunes e Rui Raimundo correm pela Inside Motor no Rali Serras de Fafe

Dupla Daniel Nunes e Rui  Raimundo correm pela Inside Motor no Rali Serras de Fafe. No Rali Serras de Fafe a contar para o Campeonato Nacional de Ralis, Daniel Nunes corre pela equipa campeã.

Daniel Nunes / Rui  Raimundo voltam esta a temporada para a Inside Motor, desta feita com um programa mais vasto e completo nas duas rodas motrizes do Campeonato Nacional de Ralis, com o competitivo Peugeot 208 R2.

Depois do histórico título nas duas rodas motrizes em 2016, a Inside Motor regressa com ambições renovadas ao Campeonato Nacional de Ralis, voltando a apostar num jovem valor dos ralis nacionais. Daniel, navegado por Rui Raimundo, estará à partida do Rali Serras de Fafe, com data marcada para os dias 18 e 19 de fevereiro.

“Estamos muito contentes por voltar a contar com o Daniel Nunes na nossa equipa, piloto que já conduziu o nosso Peugeot 208 R2. Sabemos das características do Daniel Nunes e da excelente relação que ele tem com os fãs dos ralis e isso é uma mais valia para toda a equipa”, refere Joaquim Batalha, responsável da Inside Motor, dizendo ainda que “encaramos esta primeira prova do nacional com total serenidade. Apesar de conhecer a prova e de ser um piloto muito rápido, esperamos que o Daniel Nunes possa fazer um excelente rali, com o objetivo de fazer muito quilómetros e terminar o melhor colocado possível. É muito importante trazer pontos de Fafe”.

Quanto a Daniel Nunes, os objetivos para o Rali Serras de fafe passam por “tentar discutir os primeiros lugares, mas temos a consciência que a concorrência direta já tem mais experiência neste tipo de viaturas. A minha condução ainda se identifica muito com um carro de 4RM, e por muito espetacular que seja, pode refletir-se negativamente no cronómetro. Espero continuar a ser o Daniel Nunes que costumam ver, mas… não podemos deixar a concorrência se destacar nem distanciar-se”.