Comparativo Automóvel. Nissan Qashqai vs Hyundai Tucson

Qual destes SUV vai vencer? O HYUNDAI TUCSON 1.7 CRDI DCT ou NISSAN QASQHAI 1.6 DCI XTRONIC?

Comparativo Nissan Qashqai vs Hyundai Tucson. Qual destes SUV vai vencer? O Hyundai Tucson 1.7 CRDI DCT ou Nissan Qashqai 1.6 DCI XTRONIC?

Coreano ou Japonês, qual é o que vence o segmento SUV? Esta á uma rivalidade que já conta com muitos anos. O comparativo automóvel de hoje recai sobre dois excelentes SUV. O Hyundai Tucson 1.7 CRDi e o Nissan Qashqai 1.6 dCi. Ambos equipados com versões de caixa automática.

Sabemos que o mercado dos SUV é dos que mais cresce. Por este motivo, quase todos os construtores estão apostar neste segmento. O segredo para este crescimento deve-se à conjugação de três conceitos, SUV, Monovolume e berlina. Uma conjugação que se veio a revelar um sucesso e que a Nissan soube “levar à letra” e com isso tornou-se líder neste segmento.

Porém, a Nissan não está sozinha no mercado dos SUV, conta com adversários de peso. Desde o Hyundai Tucson, Renault Kadjar, Toyota C-HR, SEAT Arona, PEUGEOT 3008, Honda HR-V, entre muitos outros.

A HYUNDAI

Talvez pela rivalidade que existe entre as marcas nipónicas e as coreanas, a Hyundai foi uma das primeiras marcas a reagir à Nissan. Em 2010, três ano depois, a Hyundai lançou o Tucson, recuperando assim um nome que tivera dado a anteriores SUVs. Mais tarde, seguiu-se o iX35. É deste que a Hyundai foi buscar a inspiração para a nova geração do Tucson.

Carroçaria

Atualmente os SUV tentam oferecer soluções que consigam conjugar o espaço de um monovolume, a robustez de um todo terreno e as performances de um automóvel convencional. E estes dois modelos são o exemplo disso mesmo, ambos apresentam-se como excelentes propostas neste segmento. São automóveis que se conduzem com um carro convencional, tem o espaço de um monovolume e andam fora da estrada como um SUV.

No Caso do Qashqai a oferta pode ia até aos 7 lugares. No entanto, os 7 lugares deixaram de fazer parte das opções do novo Qasqhai, isto porque essa opção passou para a fazer parte das características da nova Nissan X Trial.

O Hyundai Tucson, consegue oferecer a mesma combinação, ou seja, espaço, performance e design. Neste capítulo, carroçaria, o Tucson é maior que o Qashqai conseguindo assim transmitir uma ideia de maior robustez.

É 10 centímetros mais comprido e 5 centímetros mais alto e mais largo. O ser mais alto era um fator penalizador, não fosse a recente alteração à Lei, que prevê a redução de escalão nas portagens passando para Classe 2, desde que utilize o dispositivo electrónico. Já o Nissan Qashqai, é classe 2 sem que para isso tenha que usar o dispositivo electrónico de Via Verde.

No interior o Tucson é também maior e esta capacidade está relacionada com o facto de o modelo coreano ser mais comprido, largo e alto. A bagagem do Tucson oferece 500 litros de capacidade e o Qashqai 430 Litros.

Interior

A concepção do interior do Qashqai é melhor que o seu concorrente, uma vez que é mais funcional. Pode não ter os lugares de arrumos que os monovolumes têm ou bancos traseiros individuais. Mas, uma coisa que o Qashqai tem é equipamento. A Nissan privilegia o nível de equipamento de alto nível e tecnologicamente avançado. De salientar que o nível de equipamento oferecido no Qashqai na versão mais equipada custa tanto como a versão menos equipada do Tucson.

No exterior o Nissan Qashqai bate o Hyundai Tucson. Isto porque, derivado ao formato da sua carroçaria, o Qashqai oferece melhor visibilidade e tudo graças à câmara de 360 graus. Para que se possa ter uma noção da qualidade desta câmara de 360 graus, podemos dizer que, se taparmos todos as janelas do Qashqai, conseguiríamos estacionar ou executar as manobras mais fáceis olhando simplesmente para o ecrã de 8 polegadas.

No Hyundai Tucson também também temos um écran com 8 polegadas em que o manuseamento é idêntico ao do seu concorrente. Mas, não dispõe de tantas funcionalidades.

Mecânica

O Tucson usa, como exclusivo do motor 1.7 CRDi de 141 CV, uma Caixa Automática de sete velocidades e dupla embraiagem. A Caixa Manual só disponível no mesmo motor com 115 CV.

O Nissan Qashqai vem equipado com um motor 1.6 dCi, Renault, com 130 Cv de potência máxima, auxiliado por uma Caixa de Velocidades Automática de Variação Contínua ou em alternativa uma caixa manual de 6 velocidades.

Apesar de as caixas serem diferentes, os resultados finais são parecidos. Com base na maior potência e binário do motor do Tucson que um pouco mais rápido nas acelerações, nas recuperações o Qashqai superioriza-se, isto porque a caixa de variação contínua com conversor de binário do Nissan consegue ser tão ou mais rápida que o Hyundai.

A mecânica do Qashqai é mais elástica, principalmente quando equipado com a caixa automática que lhe reduz muito o fosso que existe antes das 2000 rpm.

Relativamente à velocidade máxima, o Tucson é de 197 km/h e o Qashqai de 195 KM/h, sendo que dos 0 aos 100 km/h o Qashqai é mais rápido em décimas.

Sensação ao Volante

O Hyundai, na versão mais musculada 1.7 CRDI de 141 CV, torna-se mais explosivo. Já não se pode dizer o mesmo da versão de 115 CV. Em curva, o Tucson torna-se num carro um pouco “brusco”. No entanto, se o percurso tiver mais rectas a condução é mais equilibrada.

Em curva, o Tucson é mais “brusco”. Isso acontece, porque é mais alto e isso gera um rolamento lateral maior e só não é mais acentuado porque a estrutura da suspensão contraria essa tendência. Característica que não se encontra no Qashqai, por este ser mais baixo, usar jantes especiais de 19 polegadas e pneus de baixo perfil, que lhe retiram algum conforto no empedrado, mas que ainda assim conseguem tornar a condução, em curva e recta, muito confortáveis. O Hyundai equipado com jante mais pequena e pneus de maior perfil conferem-lhe uma sensação de maior conforto.

Estética

Nada apontar, principalmente se tivermos em conta o velho ditado, “gostos não se discutem”. Ambos têm um design de interior e exterior bem conseguido e ideal para um SUV que pretende abraçar os três braços para o sucesso para este segmento. Ou seja, serem simultaneamente um SUV, com o espaço de um Monovolume e a performance de uma berlina.

Consumos

Comecemos pela autonomia. Pelo facto de o Tucson ter um depósito de combustível maior oferece maior autonomia. Mas, a diferença para o Qashqai é pequena, isto porque o Nissan é mais poupado que o Hyundai. O Tucson tem um depósito com capacidade máxima de 62 Lt e o Qashqai de 55 Lt e o primeiro tem um consumo médio de 6,5 Lt aos 100 Km e o segundo de 6 Lt.

Garantia

Neste capitulo o Tucson é o que mais garantia oferece, são 5 anos contra os 3 anos da Nissan. Porém, o Qashqai pode acompanhar os cinco anos de garantia da Hyundai se o cliente contratar uma extensão de garantia, passando assim a ter também 5 anos de garantia.

Conclusão

Apesar de ambos os modelos serem excelentes opções, a na relação preço/equipamento que encontramos o vencedor deste comparativo. E, neste capítulo o vencedor é o Qashqai, uma vez que oferece mais equipamento por um valor menor.

Em ambos os casos existem as ações de apoio comercial, que não mais são opções de desconto que incidem no nível de equipamento, extensões de garantia e planos de manutenção incluídas.

No caso do Nissan Qashqai, o valor pago pelo maior nível de equipamento é menor que no Tucson. Relativamente à garantia, o Nissan oferece uma idêntica à do Hyundai através de uma extensão para 5 anos ou 100 mil kms. Mas, não consegue acompanhar o Tucson na opção, Plano de Manutenção Programada durante 5 anos, opção exclusiva do Hyundai.

Ainda existem as vantagens de financiamento automóvel. No caso do Tucson o financiamento permite uma redução maior de valor, reduzindo assim a diferença de valor para o Nissan.

A diferença entre estes dois Players é muito pequena para dizermos concretamente que um é verdadeiramente vencedor. Embora o Nissan Qashqai tenha vantagem quer ao nível do equipamento, consumo e maior valor no mercado dos usados, facto a ter em conta a longo prazo.

Foto Galeria Nissan Qashqai

Foto Galeria Hyundai Tucson