Cabo da GNR multa o seu Comandante e acaba ameaçado

Comandante multado por excesso de velocidade

Cabo da GNR multa o seu Comandante e acaba ameaçado. Desta vez foi com a GNR, uma força militarizada, que este incidente aconteceu. Mas, é provável que este tido de incidente já deva ter acontecido com outras forças policiais.

Tudo se passou porque o Comandante do destacamento da divisão de trânsito da Guarda Nacional Republicana de Albufeira, foi apanhado a infringir o Código de Estrada, uma vez que seguia em excesso de velocidade, ou seja, quando ele seguia na sua viatura a 86 Km/h, numa via que só lhe permitia uma velocidade máxima de 50 Km/h.

Tudo teria decorrido dentro da normalidade se o Cabo que lhe passou o auto de contra-ordenação, por este ter ultrapassado os limites determinados por Lei para o excesso de velocidade, não tivesse sido ameaçado pelo seu superior, caso não lhe retirasse a multa. O Comandante solicitou ao Cabo que falasse com o seu Sargento de forma a solucionar o “problema”, ameaçando,  “Se eu tiver de justificar alguma coisa para Faro, vocês os dois estão com um processo disciplinar. Se tiver de fazer algum relatório, vai com tudo a que vocês têm direito!”.

Após esta informação ter chegado ao Comando Geral, como seria expectável, nesta altura que está a ser alvo de inquérito não é o Cabo que cumprir a sua função, mas sim o Comandante.

Booking.com
  • Amalucado Feijó

    Eu já passei pelo mesmo . Os exemplos deviam vir de cima … na practica isso não acontece. As chefias vivem um sentimento de impunidade … 😛