Sabe quais são os documentos que é obrigado a ter e trazer no carro?

Sabia que por cada documento que falte, paga 60 euros de coima por documento?

Sabe quais são os documentos que é obrigado a ter e trazer no carro? Sabia que por cada documento que falte, paga 60 euros de coima por documento? Este artigo vem no sentido de que as sucessivas alterações legislativas que têm vindo acontecer no sector automóvel, no que aos documentos diz respeito, leva a uma actualização da informação junto dos nossos leitores.

Neste artigo vamos enumerar quais os documentos que são obrigatórios ter quando está a conduzir o seu veículo e os documentos que o seu veículo tem que afixado no seu pára-brisas.

Então, quais são os documentos que tem que trazer consigo?

1) Carta de Condução;

2) Documento de identificação pessoal, ou seja, o bilhete de identidade, cartão do cidadão ou passaporte;

3) Certificado de seguro automóvel, ou seja, a carta verde;

4) Documento Único Automóvel – DUA ou no caso de o veículo ser muito antigo, o livrete e titulo de registo de propriedade;

5) Ficha de Inspecção Obrigatória Automóvel;

6) No caso de ter consigo o documento de identificação pessoal, terá de ter o cartão de contribuinte.

Saiba que a falta destes documentos, é sancionada com uma coima de 60 euros por documento. No entanto, o valor da coima desce para os 30€, caso faça a apresentação dos documentos em falta num prazo de oito dias.

O que é que tem de estar afixado no pára-brisas do carro?

No pára-brisas do seu carro, com entrada em vigor da nova legislação, só é obrigado a ter afixado o selo de seguro e o dístico de GPL. O comprovativo de imposto único de circulação e a vinheta de inspecção obrigatória automóvel, deixou se ser obrigatória a sua afixação.

Para aqueles que têm viaturas equipadas com GPL, o veículo terá de trazer o autocolante azul, na traseira do veículo ou no caso de uma viatura que já tenha o novo Dístico Verde, terá de o trazer afixado no pára-brisas, este dístico dá-lhe a permissão de estacionar em parques de estacionamento fechados. No caso dos veículos que ainda têm o dístico azul, podem solicitar a alteração de dístico, mas para isso, vai ter de submeter a viatura a uma inspecção “B”, o desrespeito desta norma, dá direito a uma coima de 60€.

A falta de dístico de seguro, constitui uma contra-ordenação leve, ou seja, não retira pontos à carta de condução, punida com uma coima de 250€. Contudo o valor desta coima passa para metade, caso faça prova no acto de fiscalização que tem seguro obrigatório válido.

  • Laurentino dos Santos Pereira

    Ladroagem, senão tiver o dístico do seguro no pára brisas, paga 250€ mas se o tiver no acto da fiscalização, e por esquecimento não o colocou no devido lugar paga metade, leis da rolha para sacar o dinheiro ao cidadão, já paguei o seguro antes 15 dias de ter terminado o prazo e esqueceu-me de o substituir, andei 8 dias assim, quer dizer que se fosse fiscalizado teria que pagar 125€, República das bananas.

  • Cara Ana Fonseca, quando é emitida uma apólice de seguro nova, a companhia de seguros envia no momento da contratação, juntamente com os elementos para fazer o pagamento do prémio de seguro, um Certificado Provisório e perante este documento, a polícia não a pode autuar por esta via. Só o pode fazer, quando realmente você já recebeu a carta verde do seguro, documento onde consta o respectivo dístico e não o coloca no vidro do carro.

    Siga-nos no Facebook do Automoveis-Online – Tudo sobre o mundo Automóvel e no Google + do Automoveis-Online.

    Cumprimentos,

    A Equipa AO