O novo concept car revela a visão do futuro da marca

O Opel GT X Experimental: a visão clara do futuro da Opel

O novo concept car revela a visão do futuro da marca

O novo concept car revela a visão do futuro da marca. Opel GT X Experimental: a visão clara do futuro da Opel.

A Opel revelou as imagens do seu mais recente ‘concept car’. Constituindo uma antevisão sobre o que reserva o futuro dos modelos da marca, o novo Opel GT X Experimental assume as formas de um SUV elétrico de cinco portas com perfil ‘coupé’ e está repleto de ideias inovadoras. O mais recente ‘concept car’ da Opel espelha também os valores da marca e mostra o lado dedicado ao produto do plano estratégico ‘PACE!’ apresentado em novembro de 2017.

«Com o nosso plano “PACE!”, temos uma visão muito clara sobre como queremos criar um futuro de sucesso para a Opel. O foco numa identidade bem vincada pelos nossos valores – uma marca alemã, acessível e emocionante – desempenha um papel crucial no nosso regresso ao sucesso sustentado. O nosso protótipo de ‘Brand Concept’ demonstra como estes valores vão tomar forma nos nossos produtos. O GT X Experimental dá uma ideia clara de como nós, na Opel, vemos a mobilidade do futuro», afirma o CEO da Opel, Michael Lohscheller.

Democratização de inovações técnicas alimenta o espírito pioneiro da Opel

Durante a fase que levou à concepção do novo protótipo, a Opel iniciou um processo abrangente de reflexão sobre a marca e os seus valores.

A Opel tem um historial de 156 anos de existência industrial, que começou com mecanismos de precisão, e de 120 anos de engenharia automóvel assente num compromisso permanente de tornar tecnologias inovadoras acessíveis a todos.

No futuro, a marca quer permanecer alicerçada na expressão mais moderna e mais positiva das suas raízes alemãs. O novo lado alemão da Opel vai buscar o melhor dos valores tradicionais da Alemanha – engenharia de excelência, admiração genuína por máquinas bem executadas, bem como o foco em funcionalidade, qualidade e fiabilidade – e enriquece-o com uma vertente calorosa, de mente aberta.

Inspirado pelo sentido inovador da Opel, o novo GT X Experimental capta a essência do rico património cultural da empresa e promete um futuro emocionante. Faz a fusão da engenharia alemã de excelência, da precisão e da qualidade, com inovações visionárias, dando uma antevisão de como serão os Opel em meados da década de 2020 – marcantes na aparência mas extremamente acessíveis e centrados na utilização.

Um SUV compacto

A Opel decidiu materializar simbolicamente a visão dos seus modelos vindouros num SUV compacto de apenas quatro metros de comprimento (comprimento: 4,063 m; largura: 1,830 m; altura: 1,528 m; distância entre eixos: 2,625 m).

Na realidade, os SUV são, atualmente, os veículos mais populares no mercado e a Opel é movida pela intenção de tornar esses modelos mais apelativos a um público variado.

Para isso, os SUV também têm de tornar-se mais eficientes do que nunca. Por essa razão, o Opel GT X Experimental está construído sobre uma arquitetura de baixo peso, tem formas compactas e recorre a jantes de 17 polegadas (que parecem muito maiores), com o propósito de maximizar o conforto em andamento mas, ainda assim, darem ao automóvel uma aparência inegavelmente marcante.

Na linha do compromisso do plano estratégico de oferecer versões elétricas de cada modelo Opel em 2024, o GT X Experimental é um automóvel elétrico com bateria de iões de lítio de nova geração, com capacidade de 50 kWh, capaz de receber carga por indução. O GT X Experimental não pretende oferecer condução autónoma plena.

No entanto, possui funções de autonomia de Nível 3, o que significa que o automóvel é capaz de encarregar-se de todas as vertentes da condução mas o condutor tem de estar em condições de responder a uma solicitação de intervenção.

Puro e marcante: este é o futuro ‘design’ Opel

O GT X Experimental apresenta tecnologia inovadora com simplicidade sofisticada. A equipa do Vice-Presidente de Design da Opel, Mark Adams, desenvolveu uma nova filosofia para o ‘design’ específico dos Opel à luz dos princípios ditados pelo novo lado alemão, associando pureza à emoção. Neste protótipo, cada função e cada módulo foram pensados com a intenção de alcançar pureza no ‘design’, removendo elementos desnecessários.

Carroçaria do GT X Experimental

A carroçaria do GT X Experimental revela formas robustas e superfícies fluidas bem estruturadas. A silhueta é acentuada pelo elemento que separa as secções superior e inferior.

A parte inferior está pintada de cinzento brilhante enquanto capô e tejadilho surgem num azul extremamente escuro. A separar estas cores está uma assinatura a amarelo que percorre a carroçaria para sublinhar dinamismo.

Esta combinação cromática revisita o tradicional cinza/preto/amarelo da Opel, numa configuração modernizada. O GT X Experimental possui um interior espaçoso, sem obstáculos no acesso, graças a portas traseiras de abertura antagónica e todas as portas com grande abertura de 90 graus. O para-brisas panorâmico estende-se até aos lugares traseiros, o que confere luminosidade especial ao habitáculo e reforça a sensação de espaço.

Foto Galeria

Os designers da Opel também encontraram formas de reduzir as chamadas ‘linhas de corte’ na carroçaria – que existem devido a diferentes aberturas, como portas e tampas. A linha de corte superior de todas as portas está ocultada no friso amarelo.

Por seu turno, a das portas traseiras é partilhada com a da tampa da bagageira. Dispensando os tradicionais espelhos retrovisores e os puxadores de portas, a carroçaria assume-se como uma tela suave contínua onde se integram detalhes surpreendentes como, por exemplo, pequenas câmaras integradas no friso amarelo junto ao capô, que substituem os espelhos exteriores.

Detalhes Gráficos

Para contrabalançar esta simplicidade de formas, os ‘designers’ criaram detalhes gráficos que dão energia suplementar à aparência do GT X Experimental. Há formas geométricas triangulares gravadas na parte traseira da embaladeira do lado do condutor. Uma delas tem integrado um pequeno ecrã LED hexagonal que mostra o nível de carga da bateria.

As jantes de 17 polegadas parecem muito maiores devido a aros de borracha relativamente volumosos que fazem os pneus parecer maiores. Os apontamentos a amarelo nas jantes enquadram o emblema da Opel, no centro. O emblema permanece fixo, mesmo com as rodas em movimento. Para sublinhar o carácter SUV, o GT X Experimental possui proteções integradas na carroçaria.

«O Opel GT X Experimental dá corpo aos nossos valores de marca alemã, acessível e emocionante. É um protótipo “acessível”, no sentido em que representa um automóvel com o qual as pessoas se identificam. Tem linhas e formas puras e marcantes, com tecnologia avançada que simplifica a utilização. De uma maneira clara, este protótipo deixa transparecer um futuro muito promissor para a marca», afirma Mark Adams.

‘Bússola’ e ‘viseira’ – nova identidade para os futuros modelos da Opel

O Opel GT X Experimental mostra, pela primeira vez, o novo tema que dá forma às secções dianteira e traseira dos modelos vindouros da Opel. O ‘Opel Compass’ (bússola) dispõe os elementos de ‘design’ de acordo com dois eixos fundamentais que intersectam o logótipo. O emblema da marca é o fulcro deste quadro, agora mais do que nunca.

O vinco central do capô representa o eixo vertical, prolongando-se por baixo do logótipo. No eixo horizontal estão alinhadas as luzes diurnas, que mantêm a forma de ‘asa’. A secção traseira reproduz este arranjo, com o logótipo a funcionar como âncora sólida com a qual estão alinhados os farolins, a antena ‘barbatana’ e o vinco pronunciado do para-choques.

A par do tema ‘bússola’ e em linha com a abordagem de ‘design’ puro, os desenhadores também criaram um novo rosto Opel que exprime o espírito pioneiro da empresa: o ‘Opel Vizor’ (viseira). Sob a forma de um único módulo, por trás de um vidro escurecido, o ‘Opel Vizor’ integra e enquadra todos os componentes de alta tecnologia e os elementos da marca como o emblema iluminado com LED (estes LED mudam de cor para sinalizar o modo de funcionamento do automóvel), bem como os faróis de matriz de LED, as luzes diurnas e todas as câmaras e sensores dos sistemas de assistência e de condução autónoma.

Este elegante módulo ocupa a secção dianteira do automóvel a toda a largura, logo abaixo do capô. O ‘Opel Vizor’ tornar-se-á num elemento distintivo de todos os Opel a partir de meados de 2020.

Habitáculo desenhado em torno do ‘Pure Panel’

O habitáculo espaçoso do Opel GT X Experimental segue os mesmos princípios adotados pelo exterior, num exercício eficaz de simplificação. Envolta pelo grande para-brisas panorâmico e vidros laterais contínuos, a cabina esconde com linhas simples a alta tecnologia do equipamento.

O painel de instrumentos destaca-se claramente, num tabliê que forma um módulo que replica o ‘Opel Vizor’. Os desenhadores deram-lhe o nome de ‘Pure Panel’.

Este tabliê, de dimensões consideráveis, é constituído por uma única superfície, mostrando que a multiplicidade de ecrãs, teclas e comandos dos automóveis atuais pode tornar-se obsoleta.

O ‘Pure Panel’ dá acesso a toda a tecnologia mais recente e fornece a informação necessária eliminando todos os elementos visuais de distração. A sofisticação do ‘design’ do habitáculo está patente em detalhes como o posicionamento das saídas de ar, escondidas atrás dos ecrãs, permitindo criar um tabliê de superfície única.

A solução ‘Pure Panel’ também demonstra como a Opel utiliza a tecnologia para simplificar a utilização do automóvel. Nos extremos do tabliê estão colocados dois ecrãs ligados às respetivas câmaras exteriores que substituem os espelhos retrovisores. O desenho do volante reproduz o tema ‘Opel Vizor’ no módulo central. Tal como os emblemas das rodas, o emblema do volante também está sempre direito, independentemente da rotação do aro.

Os bancos parecem flutuar no habitáculo, reforçando a aparência ‘high-tech’ de todo o espaço. Os altifalantes, colocados junto ao encostos de cabeça, são amovíveis. Os elementos decorativos recuperam o formato trapezoidal em vários pontos.

Tradição de mais de 50 anos em ‘concept cars’

O nome GT X Experimental tem raízes na designação do primeiro ‘concept car’ da Opel – e o primeiro ‘concept car’ apresentado por um fabricante europeu – o Experimental GT de 1965. A letra “X” sublinha a intenção da Opel de desenvolver ainda mais a sua influência no mercado SUV. A marca prevê que uma fatia de 40 por cento das suas vendas em 2021 seja de modelos SUV.

Durante décadas, a Opel utilizou ‘concept cars’ para desenvolver estudos sobre futuros modelos. Muitos desses protótipos nunca tiveram planos de passagem à produção. Todavia, permitiram à marca estabelecer linhas mestras que permaneceram válidas durante longos períodos. Neste particular, os três protótipos mais recentes da Opel mostram total coerência com o desenvolvimento da marca.

O Monza Concept de 2013 refletiu o trabalho da Opel em torno da eficiência (baixo peso, ‘packaging’ e motorização, entre outros), numa execução de superior elegância. O GT Concept de 2016 subiu um degrau em matéria de eficiência, com ‘design’ inspirado nas ideias fulcrais de simplicidade e pureza. E estas mesmas ideias são agora traduzidas no GT X Experimental, numa nova filosofia que assenta nos valores da Opel – marca alemã, acessível e emocionante – expressada numa execução simplificada e marcante.