IUC – Imposto Único Automóvel. Quem paga mais, os carros nacionais ou importados?

Automóveis nacionais ou importados, quais o que pagam mais IUC?

IUC – Imposto Único Automóvel. Quem paga mais, os carros nacionais ou importados?

É sobre este tema que o artigo de hoje vai tentar responder de uma vez por todas às dúvidas que residem acerca desta questão.

Foi no meu dia-a-dia profissional que percebi que era muito importante esclarecer as dúvidas que encontro nas pessoas com quem falo e que evidenciam muitas dúvidas acerca desta questão e muitas outras demonstram uma ausência completa de informação acerca deste tema.

Isto posto, caros leitores, o valor a pagar pelo IUC – Imposto Único Automóvel é igual, sejam carros nacionais ou carros importados, não existe diferença alguma.

Assim sendo, a questão que se coloca é a seguinte:

Se o valor é igual, então porque é que existem diferentes valores de IUC’S?

Em primeiro lugar é preciso perceber que existe o IUC novo e o antigo. O antigo vai de Junho de 2007 para trás e o novo IUC começa em Julho de 2007 e vai até aos dias de hoje.

Pode até parecer confuso, mas não é. Vou utilizar o exemplo de um automóvel diesel de cilindrada de 1500 cc, para que consigam perceber o que estou a tentar explicar. Todos os carros que têm esta cilindrada e que tenham sido matriculados em Portugal antes de Julho de 2007 pagam o IUC antigo. Ou seja, pagam 15€ de IUC valor aproximado. No entanto, se o carro tiver sido matriculado depois de Julho de 2007, paga o IUC novo. Ou seja, irá pagar aproximadamente 129€.

Outra coisa que quero chamar atenção é para o facto de ser errado o pensamento que os carros importados pagam mais que os nacionais. Mais uma vez digo que os valores são os mesmos. Repare no seguinte exemplo. Se importar um carro com ano de primeira matrícula, por exemplo 1999 e, ele der entrada no mercado nacional, isto é, ser matriculado em Portugal pela primeira vez até Junho de 2007, ele vai pagar um IUC antigo. Mas, se o mesmo carro entrar no mercado nacional em Julho de 2007, já paga o IUC novo.

Como se pode facilmente perceber o mesmo carro poderá pagar dois IUC’s diferentes, só depende da data de entrada no mercado nacional.

Agora como é que é feito cálculo do novo IUC?

O cálculo do novo incide em duas variáveis, a cilindrada e as emissões de CO2. Esta última, é a responsável por carros com a mesma cilindrada poderem pagar IUC’s diferentes. Pode até parecer complicado mas não é. Para perceber, vou utilizar como exemplo um motor de 1500 cc de cilindrada. Podem existir carros em que a cilindrada é a mesma. Isto é, 1500 cc, mas as emissões de CO2 são diferentes, ou seja, uns têm níveis de emissão de CO2 mais elevados que outros. Por essa razão pagam mais de imposto do que os que têm níveis de emissão de CO2 mais baixos.

Esta nova forma de cálculo privilegia os carros menos poluentes.

Espero ter ajudado com este meu artigo. Mas, se precisar de alguma ajuda, por favor deixe aqui o seu comentário.

Não se esqueça de partilhar o Automoveis-Online com o seu circulo de amigos. Faça gosto na nossa página de fás no Facebook.