Fala ao telemóvel enquanto conduz? As multas são a dobrar.

As multas a condutores que sejam apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduzem vão passar a custar o dobro

Fala ao telemóvel enquanto conduz? As multas são a dobrar.

Fala ao telemóvel enquanto conduz? As multas são a dobrar. As multas a condutores que sejam apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduzem vão passar a custar o dobro.

Se é do tipo de condutor que usa o telefone ao mesmo tempo que conduz, este artigo é para si. As multas por falar ao telemóvel enquanto conduz vão passar para o dobro do valor atual.

Os acidentes de viação mais graves dos dias, acontecem precisamente por o condutor estar distraído a falar ao telemóvel, enviar e a ler sms, a fazer directos para o Facebook ou para o Instagram. Por este motivo e na nossa opinião, Automoveis-Online, as multas deveriam ser aumentadas em 10 vezes mais, para ver se os condutores param de uma vez por todas de utilizar o fazer.

Para além do aumento do valor das multas, o condutor infrator vai também perder mais um ponto na carta de condução face ao que estava determinado anteriormente.

Proposta do Governo

A proposta do Governo visa agravar o valor das multas para os condutores que são apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduzem. A proposta de decreto-lei já se encontra em processo legislativo. Esta, propõe que o valor das coimas sejam duas vezes mais do que o atual valor. Ou seja, o valor das multas para este tipo de infração vão passar dos 250 para os 1250 euros.

Para além do aumento do valor das multas, esta proposta de decreto-lei prevê também o aumento do número de pontos perdidos na carta de condução. Ou seja, o condutor em vez de perder dois pontos, passa a perder três pontos.

A notícia foi avançada pelo jornal Público e explica que o objetivo desta medida é promover a segurança rodoviária e reduzir a sinistralidade.

Segundo a proposta do Governo, “Atenta a crescente causa de sinistralidade rodoviária por utilização ou manuseamento continuado de aparelhos radiotelefónicos e similares durante a marcha do veículo, sanciona-se de forma mais gravosa a utilização ou o manuseamento, durante a marcha do veículo, daqueles aparelhos, com vista a dissuadir estes comportamentos de risco”.

De resto, a lei mantém-se igual, proibindo “a utilização ou o manuseamento de forma continuada de qualquer tipo de equipamento ou aparelho suscetível de prejudicar a condução”. A exceção é para os aparelhos com um auricular único ou o uso de microfone em alta voz.