Diogo Gago / Hugo Magalhães abandonam prematuramente o Ypres Rally

A dupla portuguesa, infelizmente não conseguiu completar um troço naquela que foi a sua primeira prestação na Bélgica, ao volante do Peugeot 208 R2

Diogo Gago / Hugo Magalhães abandonam prematuramente o Ypres Rally. A dupla portuguesa, infelizmente não conseguiu completar um troço naquela que foi a sua primeira prestação na Bélgica, ao volante do Peugeot 208 R2.

Diogo Gago refere “Nem se pode dizer muito à cerca desta presença em Ypres, pois foi demasiada curta. Acabamos por ter uma saída de estrada logo no troço inaugural do rali. Numa travagem o carro fugiu de traseira e foi impossível deter o Peugeot 208 R2 dentro da estrada”, e acrescenta “tomamos a decisão de nem sequer regressar no segundo dia do rali pois o atraso acumulado não nos permitia obter um resultado minimamente interessante em termos de classificação”.

Joaquim Batalha, responsável da equipa Inside Motor, com alguma tristeza fala sobre a curta prestação da dupla Diogo Gago / Hugo Magalhães no Ypres Rally, “Apesar desta curta experiência nesta prova conseguimos sempre retirar alguns proveitos. A equipa mostrou uma enorme capacidade de adaptação a uma nova envolvente dos ralis, neste caso além fronteiras, trabalhando para que tudo estivesse ao nível das exigências desta prova. Mesmo depois do despiste do Diogo Gago tínhamos todas as condições técnicas para continuar se o piloto assim o entendesse, mas compreendemos a sua decisão, depois de perder desportivamente todas as hipóteses de obter um bom resultado. Agora só nos resta continuar a trabalhar da mesma forma e demonstrar o mesmo empenho para rapidamente todos regressarmos às vitórias”.

Booking.com