Cuidado! Radares da VCI já estão a multar

Os Radares na VCI já estão a funcionar e vão começar a multar neste mês

Cuidado! Radares da VCI já estão a multar

Cuidado! Radares da VCI já estão a multar. Os Radares na VCI já estão a funcionar e vão começar a multar neste mês.

Quase todos os Portuenses sabiam que os pórticos dos radares da VCI não processam multas desde dezembro de 2007. Mas, agora vão começar a multar. Foi noticiado hoje pelos principais órgãos de comunicação social que os radares da VCI, no Porto, vão começar a multar.

Os radares colocados na principal via da Invicta, a VCI, vão começar a funcionar já este mês de Novembro. Contudo, chamamos atenção para o facto de que o limite de velocidade baixa dos 90 km/h para os 80 kms//h.

Segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em declarações ao Jornal de Notícias, ainda estão a realizar testes. Sendo que vão entrar em funcionamento este mês. A medida surge após trabalhos de modernização e compatibilização no valor de 100 mil euros.

Declarações da ANSR

Em declarações ao JN a ANSR diz que, “A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária está a promover testes, prevendo-se que os radares entrem em funcionamento durante o corrente mês de novembro”. Acrescentando que a decisão surge após “a Infra-estruturas de Portugal ter concluído os trabalhos de modernização e compatibilização dos radares que possui na VCI”.

Notícia do JN

Em julho, a Infra-estruturas de Portugal tinha dito ao JN que o funcionamento dos radares só aconteceria quando terminasse a “articulação entre todas as entidades interessadas”. A modernização dos pórticos, avaliada em 100 mil euros, tornou-os capazes de recolher informação relativa à velocidade dos veículos e enviá-la diretamente à ANSR.

Os radares foram instalados na VCI, uma das estradas mais movimentadas do país, em 2002. Numa primeira fase, os pórticos foram colocados na zona da Prelada e depois nas Antas. Foram ativados no ano seguinte, em 2003, e as multas entre os 120 e os 1200 euros eram aplicadas pela Câmara Municipal do Porto, em colaboração com a PSP, a todos aqueles que circulassem acima dos 90 km/h.

Em dezembro de 2007, a VCI passou para as mãos da Estradas de Portugal, deixou de estar sob a alçada da autarquia, e as multas deixaram de ser aplicadas. Seis anos depois, em 2013, os pórticos foram reativados com um mero intuito dissuasor, sem qualquer registo de velocidade ou processamento de multas. A VCI tem ainda duas caixas de radares, junto ao Freixo e ao acesso da A3, que estão integradas no sistema SINCRO e que vão rodando por várias estradas, logo, nem sempre estão nesta via a processar multas.”

Fonte: JN