Comprar um carro a Diesel é ou não uma compra inteligente?

Vamos revelar os principais problemas dos carros a diesel e vamos ver se é melhor optar por um a gasolina

Comprar um carro a Diesel é ou não uma compra inteligente?

Comprar um carro a Diesel é ou não uma compra inteligente? Vamos revelar os principais problemas dos carros a diesel e vamos ver se é melhor optar por um a gasolina.

Se está para comprar um carro a diesel, este artigo foi pensado para si. Antes de falarmos sobre os principais problemas dos carros Diesel, temos que dizer com clareza que, o carro diesel é perante alguns fatores, uma aquisição muito mais compensatória do que um carro gasolina. Entre os principais fatores, os quilómetros percorridos é o mais importante. Pois quantos mais quilômetros fizer melhor aproveitamento faz do carro Diesel.

Dúvida do momento da Compra

Havendo capacidade financeira para tal, no momento da compra a pergunta é sempre a mesma, compro um carro a gasolina ou a diesel?

A resposta a esta pergunta tem de ser alicerçada na análise de algumas variáveis. Por exemplo, a poupança com o preço do combustível, o consumo reduzido de combustível e o número de quilómetros a percorrer diariamente.

Existem sites que escrevem sobre automóveis e que tentam denegrir a imagem dos carros Diesel, aconselhando os consumidores a não comprar os carros equipados com este tipo de motor. Nós, Automoveis-Online, não vamos fazer isso.

Mas, é preciso perceber que a indústria automóvel está a mudar o seu paradigma. É é preciso chamar atenção das massas que os carros diesel estão a sofrer reprimendas e que vão a pouco e pouco ser substituídos por outro tipo de veículos.

Na nossa opinião, é errado dizer que devem os consumidores deixar de comprar carros diesel, porque são mais poluentes dos que os restantes. Até porque estamos a entrar na era dos veículos eléctricos e ainda não houve ninguém que viesse questionar a poluição que vai ser com as baterias mortas.

Alguns problemas com motores diesel

Esta tendência de falar mal dos motores a diesel poderá estar directamente relacionada com o caso da manipulação das emissões de gases dos carros diesel da VW. Ou seja, o caso Diselgate.

Mas, vamos por partes e vamos perceber o porquê de ter de pensar muito bem se a compra de um veículo diesel é uma boa opção.

1) O preço dos carros Diesel são mais caros

É do conhecimento de todos que um veículo equipado com motor Diesel é mais caro do que a gasolina. Isto acontece porque, o custo de produção do veículo é maior, mas não muito mais, o custo do combustível é mais baixo, o consumo de combustível é mais baixo e estes fatores juntos fazem aumentar a procura destes veículos. Logo, o preço de aquisição sobe.

O que tem a fazer é perceber se o tempo que vai possuir este veículo é o suficiente para o amortizar.

Sabemos que um consumidor que tenha um carro diesel e percorra cerca de 10 a 15 mil kms ano, vai demorar vários anos para amortizar o seu custo inicial. No entanto, também sabemos que a maioria dos consumidores de veículos diesel percorrem muito mais que estes 15 mil kms. E, assim sendo, a amortização do custo inicial é mais rápida. Mas, tenha esta variável em conta.

2) Viagens curtas ou longas?

Este é uma variável que tem de considerar muito bem. Hoje em dia os veículos equipados com motor diesel, por causa das responsabilidades ambientais vêm equipados com os famosos filtros de partículas. As viagens de curta duração são prejudiciais porque acabam por entupir estes filtros e prejudicam o normal funcionamento do motor. A solução para desentupir é fácil. Basta todas as semanas fazer uma pequena viagem de cerca de 15 minutos em estrada livre a uma rotação elevada e o filtro acaba por se libertar.

Para além do filtro de partículas, a condução de cidade, rica em pára-arranca é nefasta para a durabilidade do motor diesel e não só. Os motores gasolina também sofrem com este tipo de uso. Mas, sofrem menos que os diesel.

3) Manutenção de ÓLEO mais criteriosa e regular

A manutenção automóvel é outra variável que temos que abordar. Dizer que, tendo em conta a inovação tecnológica dos motores gasolina, que já incorporam turbos, a manutenção é dispendiosa para ambos. Um pouco mais para o motor diesel, mas, não muito. Aqui a qualidade do óleo é importante e o seu custo varia em função da sua qualidade. Mas, não é fator diferenciador de grande relevância.

Tendo em conta que estes motores estão sujeitos a outro tipo de pressão interna, maior desgaste e são muito usados para trabalho e viagens intensas, o óleo a usar tem de ser de um calibre diferente e tem de ser trocado sempre de forma muito regular. Caso contrário, o motor irá sofrer danos que por vezes são irreparáveis.

Deve utilizar sempre o óleo recomendado e que respeite a norma adequada ao número de quilómetros que o veículo tiver. Pergunto sempre ao fabricante qual o óleo que recomenda e qual a norma desse óleo.

Respeite criteriosamente os prazos de substituição do óleo preconizados pelo fabricante e nunca se esqueça de substituir os filtros. Muito importante num carro diesel e quase nunca mudado nos carros a gasolina, é o filtro de gasóleo. Deve-o mudar pelo menos a cada duas substituições de óleo.

4) Questões ambientais

Esta é uma daquelas questões que para nós, Automoveis-Online, são do foro meramente politico. Já o dissemos neste artigo, as questões ambientais são para nós muito importantes. Mas, há que dizer as coisas de forma politicamente correta.

Se por um lado os carros equipados com motor diesel são mais poluentes, por outro temos os carros eléctricos sem emissões de CO2. Isto é uma meia verdade. Os carros eléctricos a curto prazo são muito menos poluentes que os carros diesel e gasolina. Mas perguntamos, ao fim de 4 a 5 anos, prazo médio máximo de vida de uma bateria de um carro eléctrico, para onde vão essas baterias? Qual a dimensão da sua pegada ambiental? Essa pegada equivale quantos kg de CO2?

Escândalo da Volkswagen Dieselgate

Este escândalo resulta da necessidade que os construtores tiveram em construir carros com níveis de emissões de CO2 mais baixos. No caso da VW e de outros construtores, houve a necessidade de manipular fraudulentamente esses dados. Esta situação veio fazer com que a UE criasse medidas de restrição a carros diesel que não cumpram determinados requisitos.

5) Nova Normas Europeias e restrições à circulação de carros diesel

Com os fenómenos ambientais, como por exemplo mais recente, o furacão Irma, a aumentar há a necessidade de se criar regras capazes de inverter esta tendência.

Sabemos que a emissão de gases poluentes estão entre os principais responsáveis  do efeito estufa. Estes por sua vez estão directamente relacionados com este tipo de fenómeno ambiental. Por estas e outras razões, os líderes mundiais apelam a mais e maiores medidas de restrições às emissões, principalmente nos carros equipados a diesel.

Em consequência dessas restrições, já existem 11 cidades europeias que ponderam impedir a circulação de carros a gasóleo até 2015. No entanto, outras cidades estão a estudar possibilidade de virem a proibir a circulação de carros diesel.

Se estas restrições foram em frente, Portugal tem cerca de um milhão de veículos que não vão poder circular nessas cidades. No entanto, o Automoveis-Online sabe que os veículos equipados com motor gasóleo fabricados depois de 2015 vão poder circular sem restrições.

Booking.com