Bateria automóvel pode avariar com o tempo quente. Sabia?

Avariar com o tempo frio, é algo normal. Mas, a bateria avariar com o tempo quente

Bateria automóvel pode avariar com o tempo quente. Sabia? Avariar com o tempo frio, é algo normal. Mas, a bateria avariar com o tempo quente é que já não é assim tão normal.

Quase todos os condutores já ouviram ou já passaram pela experiência de a bateria do seu automóvel ter avariado no inverno. Acontecer isto no inverno é normal, e isto acontece mais no inverno, porque o clima é mais rigoroso e requer deste órgão mais esforço.

Até aqui, tudo normal. Agora, o que não é normal para a grande maioria dos condutores, é saber que a bateria vê o seu tempo de vida útil diminuir com o calor.

Para além dos factores que estão relacionados com a qualidade da bateria, ou seja, dos materiais que ela usa, o seu tempo médio de vida útil varia em função do clima. Ou seja, o seu tempo de vida útil é menor em climas mais quentes e não nos mais frios.

E, porque é que isto acontece?

Como sabemos, a grande maioria das baterias usa no seu interior, uma solução líquida. E, é o calor que faz com que esse fluído se evapore, acabando por danificar a sua estrutura interna. Sendo que para funcionar mal, basta um componente avariado no sistema de carregamento, geralmente o regulador de tensão, permite também uma alta taxa de carregamento.

Isto é que é que faz com que a bateria vá morrendo lentamente.

Para que tudo funcione sempre bem e sem falhas é necessário da parte do utilizador alguns cuidados especiais.

Algumas dicas importantes para manter a bateria do seu caso em bom estado:

1) Os cabos da bateria dos automóveis, devem ter os terminais sempre em bom estado e limpos;

2) Verifique se o sistema eléctrico está a utilizar a taxa de carregamento recomendada. Pois, qualquer sobrecarga pode danificar a bateria rapidamente;

3) Há baterias que não necessitam de manutenção. Mas, a grande maioria são do tipo que necessitam de manutenção. Se o seu carro gastar deste tipo de bateria, , deve verificá-la regularmente, especialmente em climas quentes. Adicionar água destilada quando necessário.

4) Quando se substitui uma bateria, tendo em conta o custo associado, há a tendência para se substituir por uma diferente da que lá estava. Fazer isso é errado, sempre que mudar uma bateria, mude-a por uma com as mesmas características ou pelo menos, com características equivalentes à original.

5) A limpeza é fundamental. Pode não parecer muito importante, mas é. Tente ter sempre a parte superior da bateria limpa e livre de terra. Isto porque a terra torna-se um condutor, que consome energia. Por outro lado, o verdete ou corrosão que se acumula em volta dos terminais, funciona como um isolante, que por sua vez, inibe o fluxo regular de corrente.

6) O estado dos cabos é muito importante. Verifique se estão bem apertados e se estiverem oxidados, limpe-os, passando uma lixa fina e lubrifique-os com um pouco de vaselina, nomeadamente na zona dos terminais. A oxidação dos cabos acontece com bastante frequência no inverno.

7) Tente sempre que lhe for possível, ter os sistemas eléctricos do carro desligados quando se encontra com o veículo desligado. Ar condicionado ou o rádio ligado com o carro desligado, gasta a bateria sem qualquer necessidade.

8) Ligue somente o carro quando todos os equipamentos eléctricos estiverem desligados.

9) Para evitar que a bateria se descarregue, no caso de ter a viatura parada por uma par de semanas, desligue o cabo negativo. Mas, se o carro tiver computador de bordo ou o rádio tiver código, não o faça.

10) Se o seu carro estiver com problemas em pegar à primeira, tente não insistir muitas vezes. Se o fizer, está a danifica-la.

Booking.com