Abasteceu gasolina em vez de gasóleo. O que fazer?

Abasteceu o seu carro com um combustível diferente. Será que o seu carro vai ficar danificado?

Abasteceu gasolina em vez de gasóleo. O que fazer? Abasteceu o seu carro com um combustível diferente. Será que o seu carro vai ficar danificado?

Estas são apenas duas das muitas questões que o leitor poderá fazer, quando é vitima da sua distracção, que o leva a trocar o combustível do seu automóvel. Normalmente, a troca de combustível no processo de abastecimento ocorre em condutores que trocaram recentemente de carro em que este, utiliza um combustível diferente ao anterior.

No título referenciamos a troca de combustíveis de gasolina para gasóleo, mas, o inverso também acontece. Vamos então explicar o que poderá acontecer ao motor do seu carro e o que deverá fazer para que tudo acabe em bem.

Tal como já referimos a troca de combustíveis é algo que acontece com relativa facilidade e acontece com bastante frequência. Apesar de todos os métodos de diferenciação que as gasolineiras utilizam, que vão desde agulhetas de espessuras e cores diferentes, os erros continuam acontecer.

Tendo em conta que o erro mais comum é, colocar gasolina num carro a gasóleo, optamos por começar por esta ordem. Este erro é mais comum porque está associado ao processo de troca de veículo. Porque razões económicas, associadas ao consumo de combustível, o consumidor português troca o seu carro a gasolina por um a diesel.

Antes de mais, queremos que saiba que, é menos grave colocar gasolina num carro gasóleo, do que o inverso. Razão pela qual, os processos para resolução deste problema, são igualmente diferentes.

Abasteceu gasolina em vez de gasóleo. O que fazer?

Muito importante! Se colocou o combustível errado e deu conta disso antes de colocar o carro a trabalhar, então não o ligue. Ligue para o seu mecânico ou para uma linha de assistência e exponha o seu caso e veja o que lhe dizem. Em todo o caso, chamar um reboque, levar o carro a uma oficina para esvaziarem o depósito e limpar o circuito de alimentação é o mais recomendável.

No entanto, é igualmente importante saber que, se não chegou a colocar mais de 20% do total do depósito, corre o risco de não lhe acontecer nada ou de os problemas serem mesmo muito residuais.

No caso de a gasolina colocada, não chegar aos 20% do total da capacidade do depósito de combustível, tudo o que tem a fazer é atestar completamente o veículo com diesel. Se tiver chegado ou até ultrapassado os 20%, deve então adoptar os procedimentos que referimos atrás.

Se colocou uma percentagem de gasolina que não ultrapassa os 15% de capacidade do tanque de combustível e se atestar o restante do depósito com diesel, tudo o que vai acontecer é o semelhante à função de um aditivo no motor diesel, limpeza de injectores e lubrificação dos mesmos. Mas, tem de ter a certeza que não ultrapassa os 15% e que atesta completamente o depósito de combustível com gasóleo.

Caso não tenha dado conta que abasteceu o seu carro com combustível errado, é seguro que ao ligar o carro irá perceber comportamentos anómalos, tais como, o motor aos soluços, vai fazer muito fumo e ruídos anormais. No entanto, tendo ligado e arrancado o ideal é parar imediatamente e desligar o veículo. Pense na quantidade de gasolina e adopte uma das soluções que escrevemos atrás.

Agora vamos falar no inverso, ou seja, o que deve fazer no caso de colocar gasóleo num carro que utiliza gasolina.

Abasteceu gasóleo em vez de gasolina. O que fazer?

Não sendo do conhecimento da grande maioria dos leitores, o gasóleo é um combustível muito mais denso, espesso que a gasolina. Quando acontece colocar-se gasóleo num carro gasolina, este pode dar azo a entupimentos. Neste tipo de erro, não há forma de resolver se não a remoção total do combustível adicionado,

Quando acontece este tipo de engano e o condutor não dá conta, ao tenta-lo ligar, o automóvel começa de imediato a soluçar e nem consegue arrancar. Recomenda-se que desligue imediatamente o veículo, e chame um reboque para levar a viatura para uma oficina.

Na oficina, o combustível é removido quer do depósito, quer de todo o circuito de alimentação. Normalmente, este processo é realizado por uma bomba manual de sucção que alguns automóveis têm. No caso dos que não estão equipados com este sistema, utiliza-se a válvula de drenagem, que se encontra junto ao depósito.

Esperamos que este artigo tenha sido útil. Siga e partilhe o Automóveis-Online com o seu circulo de amigos. 

Booking.com