22 anos sem Ayrton Senna

22 anos sem Ayrton Senna. O dia 1 de maio de 1994 ficou marcado para sempre na história do desporto automóvel, como um dos piores dias de sempre para os amantes de Fórmula 1. Foi há 22 anos que o mundo parou quando Ayrton Senna, hábil, inteligente e veloz, considerado por muitos, como o melhor piloto de Formula 1 de todos os tempos, perdia a vida num trágico acidente no Grande Prémio de San Marino em Imola, na Itália.

Ayrton Senna começou a sua carreira em provas de kart, com 13 anos, onde foi Campeão do Brasil e Campeão Sul-Americano. E, a partir daí, nunca mais ninguém o parou. Em 1981 apostou na Fórmula Ford onde também ganhou alguns títulos e em 1983 foi campeão em Fórmula 3.

Em 1984 ingressou na Fórmula 1. Durante 10 anos obteve 41 vitórias em 3 campeonatos mundiais (1988, 1990 e 1991) ao volante do McLaren.

Em 1994, inicia a temporada pela equipa da Williams, ao volante do qual viria a perder a vida devido a uma falha mecânica.

Ayrton Senna partiu precocemente e atingiu um patamar inigualável, o de ídolo de uma geração que o viu correr e nunca esquecerá o seu talento.

Vídeos de tributo a Ayrton Senna são imensos e o Automoveis-Online entendeu fazer um para assinalar a sua obra e esta data.

Vídeo

Booking.com