Sabe quais são as infrações que tiram mais pontos?

Se infringir ao ao código de estrada para além da coima sabe quantos pontos lhe são retirados

Sabe quais são as infrações que tiram mais pontos?

Sabe quais são as infrações que tiram mais pontos? Se infringir ao ao código de estrada para além da coima sabe quantos pontos lhe são retirados à carta de condução?

Sabia que em média são cerca de 35, os condutores que perdem pontos pelas infrações que cometem, todos os dias? A recomendação é que os condutores sejam prudentes e evitem cometer infrações. Mas, dentro dessas infrações, o leitor sabe quais são as que mais pontos retiram à sua carta de condução?

Um ano após a entrada em vigor da carta de condução por pontos, 13.804 condutores perderam a totalidade dos 12 pontos. E outra metade perderam 6 pontos? O melhor mesmo é respeitar as regras do Código de Estrada e assim evitar alguns dissabores.

Para além destes números que são efectivamente preocupantes, há outro factor que é igualmente preocupante. Estamos a falar da morosidade do tratamento administrativo das coimas. Este faz com que nem todos os infratores percam pontos na carta de condução. Se o serviço fosse mais eficiente e rápido, este número seria seguramente muito mais elevado.

Para se ter uma noção mais exata da morosidade do tratamento administrativo das coimas é o facto de a GNR ter passado no primeiro ano 230.108 autos com direito à perda de pontos na carta de condução. No entanto, só 6% destes autos é que resultaram na perda de pontos.

Correcção da legislação

Antes de passarmos ao principal propósito deste artigo, gostaríamos de chamar atenção do legislador para o facto de algumas das punições estarem desajustadas ao grau de gravidade do da infração cometida face a outras. Damos o seguinte exemplo: pisar uma linha contínua resulta numa punição de 49,88€ e uma subtração de 4 pontos, já falar ao telemóvel ao volante, que é só a infração que mais sinistros causa, tem uma punição de 120€ e uma subtração de 2 pontos. Se pela via financeira, esta última penaliza mais que a primeira, na questão da subtração de pontos isso já não acontece.

Alguns exemplos de quantos e como se perde pontos

Um condutor perde 2 pontos da sua carta de condução quando excede em 30 km/h a velocidade máxima prevista fora das localidades ou quando excede o limite máximo de velocidade em 20 Km/h dentro das localidades. O condutor vê ainda subtraídos esses dois pontos quando parar ou estacionar nas passadeiras para a travessia de pões.

Perde 3 pontos

Perde 3 pontos quando o condutor tem uma taxa de alcoolémia superior a 0.5 g/l e inferior a 8 g/l. Esta subtração de pontos também se dá quando um condutor excede o limite máximo de velocidade em mais de 20 km/h até aos 40 km/h dentro das localidades.

Perde 4 pontos

Circular em contramão ou exceder o limite de velocidade máximo dentro das localidades até aos 40 km/h e 60 Km/h fora das localidades, o condutor perde 4 pontos.

Perde 5 pontos

A subtração dos 5 pontos ocorre quando o condutor conduz com uma taxa de álcool superior a 0,8 g/l e inferior a 1,2 g/l e sempre que exceda o limite de velocidade máxima dentro das localidades acima de 40 km/h.

Perde 6 pontos

Os 6 pontos são subtraídos quando o condutor está na presença de uma situação que é considerada crime rodoviário em que o condutor seja punido também com a proibição de conduzir. Por exemplo, é crime rodoviário sempre que um condutor conduza com uma taxa de álcool superior a 1,2 g/l.

Um condutor pode também ganhar pontos. O máximo de pontos ganhos são 3. Isso só acontece se o condutor não cometer infrações ao Código de Estrada durante três anos seguidos.

Estas são as seis infrações que mais pontos tiram à carta de condução.

Pisar uma linha contínua o condutor perde 4 pontos e terá de pagar 49,88€;

Se o condutor passar um sinal semáforo vermelho tem que pagar 74,82€ e perderá 4 pontos;

Não parar num sinal de STOP dá uma multa de 99,76€ e a respectiva subtração de 4 pontos;

Utilizar o telemóvel ao volante dá uma multa de 120€ e a perda de 2 pontos;

Conduzir sob o efeito de álcool dá uma coima que vai dos 250€ aos 500€ e a respectiva perda de 3 a 6 pontos;

Circular em sentido proibido, a coima é de 250€ e perda de 2 pontos.

O que tem que fazer o condutor se tiver cinco ou menos pontos?

Quando o condutor tiver cinco ou menos pontos terá que frequentar uma acção de formação de Segurança Rodoviária. Sendo que o seu custo é sempre suportado pelo condutor. Mas, caso o condutor não faça esta acção de formação de Segurança Rodoviária, o condutor vai ver a sua carta de condução cassada.

O que tem que fazer o condutor quando tem três ou menos pontos?

Quando um condutor fica com menos de três pontos terá de efectuar uma prova técnica do exame de condução. No entanto, se o condutor não fizer prova que fez essa prova técnica do exame de condução, a sua carta de condução é cassada.

Se perder todos os pontos, o que acontece?

Se o condutor perder todos os pontos, a sua carta de condução é cassada e o condutor só poderá voltar a tirar a carta de condução dois anos depois. Ou seja, o efeito prático é o mesmo do que ficar inibido de conduzir pelo prazo de dois anos.

Booking.com