Sabe como testar uma caixa de velocidades automática num carro usado?

by


No acto de compra de automóvel, seja ele usado, novo ou semi-novo, a opção por veículos com caixa de velocidades automática tem vindo a aumentar. Esta, tem-se revelado uma excelente opção principalmente para circular nas grandes metrópoles, mas também para as viagens de longo curso, principalmente por ser extremamente cómodo e confortável.

No entanto, nem tudo é positivo, no caso de ocorrer uma avaria, esta pode revelar-se bastante dispendiosa.

É igualmente importante saber que as caixas de velocidades automáticas, necessitam de manutenções intercalares e que por ser peças de mecânica muito sofisticadas, estas devem sempre utilizar as matérias que os fabricantes recomendam.

Como a caixa de velocidades é um órgão fundamental de um automóvel, é muito importante que este esteja em excelente estado de conservação, quando o automóvel que se está a comprar é usado ou semi-novo. E, como a grande maioria dos consumidores não tem formação a este nível, para saber se a caixa de velocidades automática de um veículo usado está ou não em condições, escrevo este artigo para deixar algumas informações, para que possa perceber se a caixa tem ou não problemas.

automatic-transmission-model

Em primeiro lugar recomendo a ajuda de um profissional, estou a falar de um mecânico, ou, de uma vistoria profissional e nesse caso, recomendo um certificado “Carro Aprovado”, distribuído pelo Automoveis-Online, esta medida pode-lhe poupar muitos euros.

Entre outras coisas deve analisar o histórico do automóvel que pretende comprar, por exemplo, se a viatura já foi usada como viatura de aluguer, se já teve acidentes, se já sofreu alguma reparação na caixa automática ou se esta já foi reconstruída.

Deve verificar o nível do óleo da caixa de velocidades e para esta verificação, deve recorrer a uma oficina especializada.

No entanto, é durante um Teste Drive que deve estar muito concentrado, para perceber tudo o que se passa com o automóvel que pretende comprar. Um dos sintomas de avaria da caixa de velocidades automática é a resposta tardia a uma mudança de velocidade.

Para ligar o automóvel, tem de o fazer com a caixa de velocidades na posição (P) Park, com o pé pressionado no pedal de travão, depois deve mudar para a posição drive “D” e quase imediatamente deve sentir que o carro quer andar para a frente. Isto deve acontecer muito suavemente, sem qualquer soluço ou uma forte batida. Ao mudar para neutro “N” a transmissão deve desengatar. De seguida e ainda com o pé no travão deve colocar em marcha atrás “R”. Mais uma vez a transmissão deve arrancar quase de imediato e sentir o automóvel a andar para trás o que deve acontecer suavemente sem qualquer batida.

Depois de efectuar estes testes e verificar um atraso considerável no arranque ou um ruído no arranque, isso quer dizer que está na presença de uma caixa de velocidades automática com problemas. Assim, deve abandonar de imediato a compra do carro

Vá acelerando de forma gradual no modo Drive, para que possa sentir a troca de velocidades, em todas as passagens de caixa e estas passagens devem ocorrer de forma natural sem soluços, escorregamentos ou pancadas.

Outro indício de avaria é o escorregamento. Se a transmissão for deslizando, isto é ao acelerar, o aumento de rotação do motor não faz aumentar a velocidade. Isto significa que a transmissão está desgastada ou tem alguma avaria mecânica ou electrónica.

Outra coisa que deve fazer é testar o automóvel o tempo suficiente até que este aqueça bem, pois por vezes a transmissão funciona muito bem com o automóvel a frio, mas depois de aquecer, surgem os sintomas de avaria, como por exemplo escorregamento, empurrões ou tremer e outros ruídos.