Sabe como proteger o turbo do seu veículo?

Sabe que a falta de manutenção do Turbo pode estourar com o motor do seu carro?

Sabe como proteger o turbo do seu veículo? Dicas para proteger o turbo do seu veiculo

Sabe como proteger o turbo do seu veículo? Dicas para proteger o turbo do seu veículo. Neste artigo, vamos deixar algumas dicas para proteger o turbo do seu veículo.

Nos dias de hoje, praticamente todos os automóveis recorrem ao uso de um turbo para melhorar as performances do mesmo e em alguns casos, utilizam mais que um turbo. Como por exemplo, aumentar a potência, velocidades, recuperações, baixa de consumo de combustível, entre muitas outras coisas mais. Ou seja, hoje em dia, o turbo tem um papel muito importante no desempenho de um motor e por essa razão é preciso conferir ao turbo mais atenção e mais critério.

Embora não seja do conhecimento de todos, o Turbo possui dois momentos críticos em cada utilização.

O primeiro momento crítico, ocorre durante o arranque. Isto porque a força de gravidade, faz com que o óleo que se encontrava nos tubos, regresse ao cárter do motor, ficando apenas uma fina película de protecção, que será suficiente para que possa cumprir a missão de proteger o seu veio, até que o óleo chegue novamente ao turbo. Este processo leva apenas alguns segundos.

É por causa deste primeiro factor que, quando se liga um automóvel, não se deve acelerar a frio o motor evitando assim que este atinja regimes e rotações elevadas.  O que se recomenda é, ligar o motor e deixa-lo ao ralenti pelo menos 30 segundo e só depois arrancar suavemente até que a temperatura da água do motor atinja os valores normais.

O segundo momento crítico, ocorre precisamente quando o condutor termina a utilização do mesmo, ou seja, o momento de paragem do motor.

Neste momento é igualmente recomendado que se espere um pouco. No entanto, o tempo de espera depende do tipo de utilização que deu à sua viatura, ou seja, dependendo das rotações que se alcançarem antes de querer para o motor, este deve ser mantido mais ou menos tempo ao ralenti até que se possa desligar o motor, (regimes mais altos deverá corresponder a um tempo maior ao ralenti).

A paragem poderá ser atrasada, com o motor ao ralenti, em valores superiores a 60 segundos.

Outra coisa que o leitor deverá ter em conta para proteger ainda mais o turbo do seu carro é, a utilização de um filtro de ar em boas condições de manutenção e a utilização do óleo recomendado pela marca, são essenciais.

Lembre-se, o excelente estado de conservação do turbo do seu veículo, é o mesmo que dizer, o “Valor do Meu Carro” é mais elevado.

Booking.com
  • Raul de Castro

    Acho tecnicamente corretas as indicações indicadas pelo autor do artigo no entanto seria de bom tom informar os fabricantes de automóveis para retirar o start end stop da maioria dos veículos modernos …
    Passo a explicar: vou por exemplo num Audi 4 2.0 na auto estrada na potência máxima . Chego a uma portagem paro para pagar a portagem e simplesmente o motor do veículo se desliga.
    Pois é, isto contraria a teoria do vosso escritor.

    • Olá Raul de Castro, antes de mais obrigado pela sua participação.

      A sua observação é de facto pertinente e interessante, mas, como também deve saber, esses veículos equipados com o sistema Stop & Start, tem a possibilidade de desligar esse mesmo sistema. Mas, não vamos por aqui. O que escreve o nosso jornalista e a explicação que ele dá, refere-se principalmente quando as viaturas se encontram a frio, pois a quente, o tempo em que a viatura desliga e liga não é a suficiente para que o Turbo fique sem óleo.

      Cumprimentos,

      A Equipa AO

  • Fernando Nogueira Catorze

    Estou tentado em comprar um CITROEN DS 5 2.0 HDI 200 HYBRID SPORT CHIC.
    Agradecia o vosso parecer.

    Sem mais outro assunto:
    Um muito obrigado e os meus cumprimentos para Equipe Automóveis Online.
    F.CATORZE

    • Olá Fernando Nogueira, a viatura a que se refere, para além de ser um termos de design uma viatura fantástica, em termos mecânicos, oferece um bloco compacto, robusto e fiável. Este já é testado há um bom par de anos. O importante é que o seu utilizador respeite o plano de manutenção definido pelo fabricante e os óleos recomendados pelo fabricante.

      Siga-nos no Facebook do Automoveis-Online e no Google + do Automoveis-Online.

      Cumprimentos,

      A Equipa AO

  • Olá José Martins, esse veículo, revelou-se um verdadeiro flop. O veículo em questão, vendeu-se muito pouco, pelo que se torna muito dispendiosa a sua manutenção. Quanto ao carro em si, os motores não são satisfatórios e os plásticos a bordo muito fracos e a segurança passiva e activa negligente.

    Não é uma boa opção. É preferível pagar um pouco mais e comprar um Nissan Qashqai.

    Siga-nos no Facebook do Automoveis-Online – Tudo sobre o mundo Automóvel e no Google + do Automoveis-Online.

    Cumprimentos,

    A Equipa AO