Radares fixos rotativos. Saiba onde vão ser aplicados

Radares fixos rotativos. Saiba onde vão ser aplicados. É já em 2017 que entrarão em funcionamento os 30 novos radares fixos que vão integrar um sistema rotativo de radares fixos.

Este novo sistema gerido pelo Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO), a cada 6 meses, sofrerá actualização quanto à sua localização, de pelo menos, metade dos radares, a pedido da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Com esta rotatividade pretende-se que os condutores assumam uma postura preventiva, uma vez que desconhecem a localização certa do radar em funcionamento.

Os 30 radares fixos serão colocados dentro de 30 das 50 cabines disponíveis e  vão permitir essa mobilização e, embora o radar não esteja sinalizado, as cabines estarão. Este sistema será integrado em 25 vias nacionais desde auto-estradas, estradas nacionais, itinerários principais (IP) e complementares (IC).

Estima-se que até ao final de setembro os novos radares fixos sejam instalados em 25 locais e prevê-se que grande parte dos 30 radares, inicie nessa altura o seu funcionamento.

Segundo a ANSR, “Os restantes 25 locais terão de estar instalados quatro meses depois. A instalação da totalidade dos 50 locais de controlo de velocidade deverá estar concluída dentro de nove meses”.

A par deste sistema continuaremos a ter os radares móveis da PSP e GNR, 18 radares fixos (16 em Lisboa e 2 em Viseu, na A25) e os radares fixos em pórticos no Porto e em Lisboa.

Estes são os locais onde poderá encontrar os novos radares fixos:

Radares fixos_