Como se restaura um Seat 600 descapotável?

Para assinalar a comemoração dos 60 anos do mito, Seat 600, o construtor espanhol restaurou um 600D descapotável

Como se restaura um Seat 600 descapotável?

Como se restaura um Seat 600 descapotável? Para assinalar a comemoração dos 60 anos do mito, Seat 600, o construtor espanhol restaurou um 600D descapotável.

A questão é, como se restaura um Seat 600 descapotável? Para celebrar os 60 anos do Automóvel que motorizou Espanha, o construtor espanhol lançou este desafio.

Para responder a esse desafio foram precisos, Trinta pessoas e 1.500 horas gastas no restauro integral de um modelo único. Foram precisas perto de 1.000 peças originais e um desenho inédito que respeita as especificidades deste mito. O restauro será feito apenas com recurso a métodos totalmente artesanais.

A sua aparição pública irá acontecer no salão Automóvel de Barcelona, o Automobile Barcelona.

Alguns factos sobre o restauro:

Mais de 1.000 peças originais:

Foram gastas mais de 1.500 horas para desmontar completamente e restaurar, peça a peça, este automóvel. Uma das maiores dificuldades foi reunir as mais de 1.000 peças originais substituídas, segundo Ángel Lahoz, engenheiro do Centro Técnico da SEAT e responsável pelo projeto.

O renascimento após 25 anos parado:

Este projeto parte de um SEAT 600 descapotável fabricado em 1965 e vendido a um particular. Estava parado há 25 anos, o que justificou a necessidade de um apurado e minucioso trabalho de chapa, pintura e mecânica. Segundo Lahoz, “quase ficou melhor do que quando saiu da fábrica”, há mais de meio século.

15 litros de tinta:

Foram usados 15 litros de tinta num tom cinzento azulado “muito na moda e simultaneamente semelhante à tonalidade aplicada aos primeiros 600”, destacou Jordi Font, responsável pelo departamento Color&Trim da SEAT.

50 metros de tecido “pata de galo”:

Para este automóvel fabricaram-se 50 metros de tecido exclusivo que pretende ser: “uma alegoria ao famoso padrão ´pata de galo´ a branco e preto, que nos recorda tempos passados”, diz Font.

Capota manual e volante original:

Entre todos os componentes do automóvel, destaca-se o teto de abrir com acionamento manual, que também foi integralmente restaurado de forma artesanal, o que incluiu a reconstrução de algumas peças em falta. O volante e o botão da buzina são os originais.

Foto Galeria

Versão única para o seu 60° aniversário:

O SEAT 600 celebra, este ano, o seu 60.° aniversário. Com o seu lançamento, em 1957, converteu-se num fenómeno social por ter motorizado Espanha. Muitas famílias de classe média realizaram o seu sonho ao poderem comprar o próprio automóvel por 70.000 pesetas.

Automóvel recordista de vendas:

O êxito foi tão explosivo que, em 1958, o ritmo de produção foi multiplicado por seis. Este modelo fabricou-se até 1973, com um total de cerca de 800.000 unidades produzidas.

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 81% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países, através de uma rede de 1.700 concessionários. Em 2016, a SEAT teve um lucro operacional de 143 milhões de euros, o valor mais elevado da história da marca, e vendeu cerca de 410.000 unidades.

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo contribuírem como força impulsionadora de inovação, do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Booking.com