Combustíveis! Cá os preços sobem em França descem 6 cêntimos por litro

Combustíveis! Cá os preços sobem em França descem 6 cêntimos por litro

É lamentável que os nossos governos só queiram copiar os países da europa para algumas coisas. Naquilo que deveriam copiar, não o fazem.

A notícia de hoje revela que o governo francês chegou a acordo com as petrolíferas, para que estas baixem os preços dos combustíveis até seis cêntimos por litro, numa medida que terá reflexo prático já nas próximas 24 horas. O objectivo desta medida visa contrariar o sistemático aumento do preço da gasolina e Diesel naquele país, custando aos cofres do Estado cerca de 300 milhões de euros.

A medida foi anunciada pelo ministro da economia e das finanças local, Pierre Moscovici, que engrandece o esforço bipartido nesta tomada de decisão. Pois, é preciso perceber que esta redução assenta na intervenção das duas partes, isto é, as gasolineiras e o governo, uma vez que três cêntimos serão retirados pelas gasolineiras e os outros três pelo próprio Estado (através dos impostos sobre os combustíveis), naquilo que Moscovici apelida de “esforço substancial”.

Esta redução irá decorrer durante três meses, que depois entrarão em vigor outras medidas de carácter mais permanente. O objectivo é impedir que os preços dos combustíveis subam em flecha como tem vindo a acontecer até aqui.

Entretanto, é de notar que algumas cadeias de hipermercados gaulesas, como o Leclerc, anunciaram que vão vender o combustível a preço de custo durante todo o mês de Setembro, numa ajuda às carteiras dos consumidores locais.

A questão que se poderia colocar é, porque é que o nosso Governo não segue o exemplo?

Há uma semana atrás o canal de televisão realizou uma reportagem em que mostrou que algumas gasolineiras com a BP, GALP entre outras, realizavam descontos semelhantes e em alguns casos iguais aos das gasolineiras de marca branca. Se o fazem é porque têm margem para o fazer.

Se assim é, por que razão o Governo não faz o mesmo no sentido de ajudar a nossa economia?

Booking.com
  • Pedro

    Só não o fazen porquê são todos uma cambada de ladrões

    • Nelson

      Nem mais,pois estão a praticar o preço mais alto e aparecem os secretario e o ministro da tutela com a desculpa que não podem fazer nada tal como tambem dizem os presidentes da GALP e os seus similares.Quanto mais nos roubam ,mais querem roubar.Há que pôr um travão de vez nestes tipos e na sua ganância.

  • Joao

    é tudo tão estranho…
    Em maio se não me engano o brent chegou aos 119.72$ e agora está pelos 114,70, contudo em maio os preços não chegaram onde estão agora. mais uma prova que o preço sobe tão rápido como as cotações, mas nunca chega a descer, sobe dois cêntimos, baixa meio cêntimo, isto é politica portuguesa.
    “Portugal” ainda não percebeu, que se faz mais dinheiro a preço mais baixo e com vendas superiores, do que preços elevados e menor venda. e isto não é so nos combustíveis é em tudo que é mercado…

  • Se no nosso País este tipo de atitudes se ficasse por aí…
    Combustiveis,Irs,impostos de selos para isto e para aquilo,etc,etc,e o Zé Povinho a pagar!
    Qualquer dia inventam um imposto de saída da porta de casa.”Vai sair?Tem de pagar o imposto de circulação pedonal de…”
    Bolas!Que País mais malfadado ,tem “uns míseros 10 milhões de habitantes” e estes tipos quando vão para o “poleiro” pensam que o país cresceu de repente e podem sacar tudo que não faz diferença ao Zé Povinho.

  • elpontinho

    Por aqui não baixam porque os chulos são muito refinados, e os tugas são uma cambada de bananas, só lhes falta mandar arriar a calça.